CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

REPASTO DE ESQUECIMENTO

Sem porquê nem poder,

sem música nem fado

por céus divididos pelas fatias do tempo

ceifado até pó deitado ao passado,

onde seivas de nada escorrem

por todo o lado,

fechado num momento mordido

por cada pedaço da sua primitiva passagem,

sem vertigem nem miragem,

frias Primaveras nos prados do olhar,

de vistas cegas quão infinitas,

de aragem irrequieta,

de danças bonitas,

andanças aos gritos no peito

como que uma casa cheia de vazias luzes

num rio de cruzes e sede,

chegar como que uma rede de dor

que nos envolve,

amar que nos mata e nos dissolve

em poesia e silêncio

num repasto de esquecimento.
.
.
Henrique Fernandes

Submited by

terça-feira, janeiro 27, 2015 - 21:48

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 1 semana
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34815

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 6.194 05/26/2020 - 22:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 38.571 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 2.169 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.858 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.739 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.550 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.706 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 3.370 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 2.140 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 2.444 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.875 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.805 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 2.199 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.529 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.882 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 2.408 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 2.369 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.300 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.457 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 2.036 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.846 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.919 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.935 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 2.177 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 2.229 01/16/2015 - 19:47 Português