CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O último poema do rinoceronte

O intenso segredo da alma é vívido 
Nada se conforma ao que não existe mais 
Balas de prata atiradas ao ar 
Provocam a fúria de pássaros selvagens 
Enquanto folhas são lançadas por terra. 

Nós ficamos muito tempo sozinhos 
Sem ter uma escolha certa a fazer 
Nos pântanos onde se escondem os crocodilos 
Ninguém ousa colocar os pés encardidos 
Porque sabem o que os esperam. 

Existe um livro para os perdidos 
Uma canção considerada tola demais 
Que foi proibida de ser cantada 
O último poema do rinoceronte 
Que tem o poder de encantar as mentes. 

Os versos nele contido é surreal 
Capaz de tirar qualquer um da zona de conforto 
Nele o deus morre se não souber dançar 
E borboletas voam sem terem asas coloridas 
Porque tudo é diferente do que pensamos. 

Conta a verdadeira história 
De uma geração que não existe mais 
Revela a incrível história dos homens 
Que tentaram esconder o buraco sem fim 
Que termina no fundo do abismo. 

 Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, janeiro 29, 2024 - 20:10

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 horas 9 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15892

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Desejos que acabam de partir 6 118 06/18/2024 - 23:49 Português
Poesia/Amor Ao pôr do sol no cais 6 227 06/17/2024 - 23:47 Português
Poesia/Pensamentos As distâncias do mundo 6 564 06/16/2024 - 13:12 Português
Poesia/Desilusão Em cada despedida 6 255 06/15/2024 - 13:12 Português
Poesia/Desilusão O vento levou 6 199 06/14/2024 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Dez pragas terríveis 6 169 06/13/2024 - 23:07 Português
Poesia/Amor Teu amor é jardim em flor 6 165 06/12/2024 - 22:31 Português
Poesia/Poetrix Saudades 6 394 06/12/2024 - 04:07 Português
Poesia/Desilusão Recordo-me da morena 6 346 06/11/2024 - 03:10 Português
Poesia/Desilusão Ruminando os pedaços 6 243 06/09/2024 - 13:07 Português
Poesia/Meditação Confusão mental 6 561 06/07/2024 - 13:46 Português
Poesia/Amor E a saudade se foi 6 358 06/06/2024 - 12:09 Português
Poesia/Pensamentos Um mistério em cada esquina 6 763 06/05/2024 - 22:18 Português
Poesia/Amor Você é a razão 6 227 06/04/2024 - 20:23 Português
Poesia/Amor No olhar dela 6 322 06/04/2024 - 12:04 Português
Poesia/Amor Se o amor não faz parte 6 216 06/04/2024 - 02:43 Português
Poesia/Pensamentos Caminhos desconhecidos 6 1.022 06/03/2024 - 20:38 Português
Poesia/Dedicado Ser poeta é... 6 239 06/02/2024 - 13:53 Português
Poesia/Amor Mil segredos temos nós 6 271 06/01/2024 - 13:42 Português
Poesia/Pensamentos Ecos distantes em nossa cabeça 6 1.019 05/31/2024 - 13:46 Português
Poesia/Amor Só não sei como te dizer 6 260 05/30/2024 - 20:17 Português
Poesia/Meditação Ignorância 6 323 05/29/2024 - 22:05 Português
Poesia/Amor Nunca tenho as palavras certas 6 514 05/28/2024 - 13:40 Português
Poesia/Desilusão Vejo que está feliz 6 232 05/27/2024 - 20:43 Português
Poesia/Pensamentos Porcos no poder 6 1.030 05/25/2024 - 13:45 Português