CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O último suspiro

Cabe a mim sentir
O aroma amargo do veneno mortal
Destilado pelas palavras impensadas
De algum imbecil
Solto de algum manicômio.
O último suspiro
Precisa mesmo dizer alguma coisa?
Por que a Terra está em trevas?
O que se pode ver por aí
É que alguns se tornam deuses de si mesmo
Acreditando até mesmo
Que tem o poder sobre o destino de outros
E eu apenas observo
E vejo toda esse emaranhado de coisas tolas
Que causam até intensos calafrios.
O mundo não é um lugar para os fracos
Para os tolos talvez
Mas não para os fracos.
Eu sou impuro no meio de tudo isso
Indigno de ser ouvido
E tem alguém que questiona tudo
Sem contar que seus olhares é intimidador
Mas não me preocupo
Porque até sei o destino deles
Mortos em esquinas mortas.
Tudo é sujo por aqui
Até as sombras são adoecidas
E eu sou apenas um louco poeta
Gritando aos quatro cantos do mundo
Para ver se pelo menos alguém
Possa acordar desse sono profundo.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, maio 1, 2024 - 14:25

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 horas 53 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15948

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Se alguém souber 6 112 06/25/2024 - 03:50 Português
Poesia/Amor Deusa em um jardim 6 164 06/23/2024 - 14:57 Português
Poesia/Pensamentos Um tolo por acreditar 6 303 06/22/2024 - 14:07 Português
Poesia/Pensamentos A noite dos gafanhotos 8 408 06/22/2024 - 14:05 Português
Poesia/Pensamentos Enigmas de uma vida intensa 6 467 06/20/2024 - 20:08 Português
Poesia/Desilusão Desejos que acabam de partir 6 317 06/18/2024 - 23:49 Português
Poesia/Amor Ao pôr do sol no cais 6 265 06/17/2024 - 23:47 Português
Poesia/Pensamentos As distâncias do mundo 6 886 06/16/2024 - 13:12 Português
Poesia/Desilusão Em cada despedida 6 323 06/15/2024 - 13:12 Português
Poesia/Desilusão O vento levou 6 234 06/14/2024 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Dez pragas terríveis 6 193 06/13/2024 - 23:07 Português
Poesia/Amor Teu amor é jardim em flor 6 180 06/12/2024 - 22:31 Português
Poesia/Poetrix Saudades 6 446 06/12/2024 - 04:07 Português
Poesia/Desilusão Recordo-me da morena 6 361 06/11/2024 - 03:10 Português
Poesia/Desilusão Ruminando os pedaços 6 270 06/09/2024 - 13:07 Português
Poesia/Meditação Confusão mental 6 604 06/07/2024 - 13:46 Português
Poesia/Amor E a saudade se foi 6 382 06/06/2024 - 12:09 Português
Poesia/Pensamentos Um mistério em cada esquina 6 992 06/05/2024 - 22:18 Português
Poesia/Amor Você é a razão 6 244 06/04/2024 - 20:23 Português
Poesia/Amor No olhar dela 6 333 06/04/2024 - 12:04 Português
Poesia/Amor Se o amor não faz parte 6 243 06/04/2024 - 02:43 Português
Poesia/Pensamentos Caminhos desconhecidos 6 1.083 06/03/2024 - 20:38 Português
Poesia/Dedicado Ser poeta é... 6 255 06/02/2024 - 13:53 Português
Poesia/Amor Mil segredos temos nós 6 303 06/01/2024 - 13:42 Português
Poesia/Pensamentos Ecos distantes em nossa cabeça 6 1.105 05/31/2024 - 13:46 Português