CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Os horrores do meu esforço secreto

Eu só queria parar e pensar por um minuto
E minha mente voa todos os espaços possíveis
Na busca desenfreada pelo conhecimento
E nessa viagem
Nada mais maravilhoso,
Nada mais fantástico que a vida real.

Por que estamos aqui?
Para que vivemos,
Senão para fazer graça para os nossos vizinhos,
E para rirmos deles
Quando for a nossa vez?

Eu não posso garantir o seu dia de paz
O que deseja o seu coração
Porque não está em mim essa vontade
Que o ser humano erra até parar de lutar
Quando deseja esconder de todos
A vida que sempre sonhou alcançar.

Quem poderá imaginar
Os horrores do meu esforço secreto
O desejo que perpassa em mim
Tentando agradar as pessoas
Quando cada uma quer uma coisa diferente
E nunca vamos agradar a todos.

Permita-me viver essa vida
Lutar contra os demônios que me atormentam
Que não descansam nenhum minuto sequer
Tentando destruir a paz que me resta
Porque essa luta é somente minha.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, julho 4, 2022 - 19:32

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 5 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8392

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Um casamento entre o céu e o inferno 3 48 08/13/2022 - 14:59 Português
Poesia/Desilusão No canto silencioso do coração 3 38 08/12/2022 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção A escória da humanidade 3 65 08/11/2022 - 20:18 Português
Poesia/Desilusão Perdido nas ruas 3 111 08/10/2022 - 19:49 Português
Poesia/Pensamentos Poesia, melodia e fantasia 3 72 08/09/2022 - 23:48 Português
Poesia/Desilusão Vacilo 3 57 08/09/2022 - 19:55 Português
Poesia/Amor Onde está meu coração 3 92 08/08/2022 - 13:22 Português
Poesia/Meditação A Solidão e o Cativeiro 3 88 08/05/2022 - 19:59 Português
Poesia/Intervenção Realidade inquietante 3 86 08/04/2022 - 20:55 Português
Poesia/Desilusão Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 111 08/03/2022 - 20:40 Português
Poesia/Amor Deixei a tarde para você 3 66 08/02/2022 - 19:04 Português
Poesia/Meditação Calmaria para o coração 3 152 08/01/2022 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão A morte é só pedra do esquecimento 3 153 07/30/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Te amei sem que eu o soubesse 3 206 07/29/2022 - 13:56 Português
Poesia/Desilusão Tento voar 3 63 07/28/2022 - 15:15 Português
Poesia/Intervenção Escravos Institucionalizados 3 105 07/27/2022 - 13:34 Português
Poesia/Amor E se eu não conseguir ler 3 133 07/25/2022 - 19:17 Português
Fotos/Artes Dia Nacional do Escritor 0 47 07/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Quando aprendi a te amar 3 122 07/23/2022 - 13:58 Português
Poesia/Intervenção Em uma rua qualquer de algum lugar 3 102 07/22/2022 - 13:19 Português
Poesia/Intervenção Para onde caminha a humanidade? 3 293 07/21/2022 - 12:49 Português
Poesia/Meditação O melhor presente 3 110 07/20/2022 - 14:31 Português
Poesia/Intervenção A miséria que vira rotina 3 162 07/19/2022 - 22:09 Português
Poesia/Intervenção A metamorfose do futuro 3 318 07/19/2022 - 13:57 Português
Poesia/Amor No peito um coração que sorria 3 117 07/18/2022 - 22:33 Português