CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Paisagem (Charles Baudelaire)

É sempre doce ver que à tarde a bruma vela

A estrela pelo azul e a lâmpada à janela,

Os rios de carvão irem ao firmamento,

Como a Lua, verter seu frouxo encantamento.

Eu hei de ver a primavera, o outono e o estio;

E quando o inverno vier, monótono em seu frio,

Por tudo fecharei cortinas e portões

Para construir na noite as feéricas mansões.

Charles Baudelaire.

Submited by

quinta-feira, julho 3, 2014 - 02:16

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 42 semanas 1 dia
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15585

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 399 04/28/2018 - 20:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 359 04/28/2018 - 20:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 368 04/28/2018 - 20:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 510 02/20/2018 - 18:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 489 12/31/2017 - 18:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 450 12/31/2017 - 17:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 1.458 12/20/2016 - 10:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 861 12/20/2016 - 10:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 1.986 12/04/2016 - 12:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 664 07/07/2016 - 23:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.027 08/04/2015 - 22:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.101 08/04/2015 - 21:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.215 08/04/2015 - 21:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 1.226 08/02/2015 - 22:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 1.896 03/30/2015 - 10:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.206 03/30/2015 - 10:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 1.462 03/30/2015 - 10:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 2.154 07/25/2014 - 23:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.334 07/16/2014 - 23:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.132 07/16/2014 - 23:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 2.697 07/03/2014 - 21:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 1.797 07/03/2014 - 02:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 1.851 07/03/2014 - 02:05 Português
Poesia/Intervenção A uma mendiga ruiva (Charles Baudelaire) 0 3.445 07/03/2014 - 01:55 Português
Poesia/Intervenção Coração avariado 1 1.400 06/25/2014 - 02:09 Português