CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A PIADA E O PASSARINHO

Dia amanhece com piada
No noticiário impresso e dito
Que pra mim mesmo eu repito
Para morrer de dar risada
Mas é notícia séria dada
Realidade que eu não espero
O desmatamento ser zero
Até certa data marcada

Só vejo um meio pra conquista
E essa meta ser alcançada
Não ter árvore derrubada
Depois da tal data prevista
-A Terra arrasada à vista
Que assim espero que não seja
Pois pra chegar ao que se almeja
Só que nenhuma mais exista

Desprezando o homem mesquinho
Nesse mundo um escravo eterno
Alheio ao tempo moderno
Desperta e sai do seu ninho
Um companheiro a quem me alinho
Na madrugada enquanto invento
Meus versos, na paz do momento
Enquanto canta, o passarinho.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

quinta-feira, novembro 4, 2021 - 15:18

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 14 horas
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 562

Comentários

imagem de Odairjsilva

Até que derrubem a última árvore!

Esse é o objetivo do ser humano. Uma reflexão contundente. Gostei muito de ler. Abraços poéticos!!!

imagem de Sérgio Teixeira

Bem-vindo e grato pelo

Bem-vindo e grato pelo comentário positivo.

Fraterno abraço.

imagem de J. Thamiel

A natureza deve viver e o

A natureza deve viver
e o homem sair do caminho...

Parabéns pelo tema.

imagem de Sérgio Teixeira

A pedra no caminho da

A pedra no caminho da natureza é o homem, meu prezado amigo poeta.

Um fraterno abraço.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor SANTA CRIANÇA 0 28 12/31/2021 - 15:56 Português
Poesia/Geral A PALAVRA MISÉRIA 0 44 12/28/2021 - 15:49 Português
Poesia/Geral VIAGEM AO INTERIOR 0 83 11/19/2021 - 22:23 Português
Poesia/Geral A PIADA E O PASSARINHO 4 271 11/18/2021 - 16:37 Português
Poesia/Geral SONHANDO ACORDADO 2 520 10/27/2021 - 16:57 Português
Poesia/Geral OUTUBRO 0 108 10/01/2021 - 14:54 Português
Poesia/Geral SETEMBRO 4 517 09/21/2021 - 22:30 Português
Poesia/Fantasia A DÚVIDA 2 501 08/14/2021 - 20:49 Português
Poesia/Geral ABAIXO DE ZERO 0 199 07/29/2021 - 19:24 Português
Poesia/Geral QUEBRA CABEÇA 1 251 06/28/2021 - 14:38 Português
Poesia/Geral ALMA 0 284 05/17/2021 - 21:21 inglês
Poesia/Geral O PÃO E A LETRA 2 523 04/21/2021 - 22:20 Português
Poesia/Geral PERIGO REAL E IMEDIATO 2 434 04/08/2021 - 14:09 Português
Poesia/Geral A DERROTA DA MORTE 2 498 04/07/2021 - 14:46 Português
Poesia/Fantasia ETERNA INFÂNCIA 0 385 03/08/2021 - 00:19 inglês
Poesia/Geral PLANOS PARA O FUTURO 1 660 02/28/2021 - 10:18 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 2 888 01/27/2021 - 16:26 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO ATORMENTADO 2 430 01/27/2021 - 15:16 Português
Poesia/Soneto SONETO ANTAGÔNICO 3 727 01/27/2021 - 15:13 Português
Poesia/Geral DESEJO DE MORTE 4 381 01/24/2021 - 22:24 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DA PANDEMIA 1 522 12/04/2020 - 12:03 Português
Poesia/Soneto SONETO DA ESCURIDÃO 2 624 10/30/2020 - 11:15 Português
Poesia/Geral POEMA DO HOMEM INVISÍVEL 0 590 10/10/2020 - 19:45 Português
Poesia/Soneto SONETO À ESPERANÇA 1 508 09/21/2020 - 12:05 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA 0 625 07/04/2020 - 20:40 Português