CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ponderação

Dizes que sou indiferente,
Que te causo intensa dor...
Um amor igual a este,
A mais ninguém eu dou!

Dizes que não tenho coração,
Que tomo sempre atitudes impensadas...
Atitudes com tanta dedicação
Só destino a ti, minha amada!

Dizes que sou desajeitado,
Que não te trato bem...
Só a ti ofereço ternura,
Meiguice e carinho também!

Dizes que não te sou fiel,
Que compartilho o amor com outras criaturas...
Comprova com teus próprios olhos
Se destino a ti atitudes impuras!

São tantas as coisas que dizes,
Isso durante todos os anos...
A mais ninguém minha boca diz sinceramente:
Querida, eu infinitamente te amo!

Submited by

domingo, dezembro 6, 2009 - 16:54

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 5 dias
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1644

Comentários

imagem de Dianinha

Re: Ponderação

Por vezes os actos podem ser compreendidos de maneira diferente...

E por isso mesmo tem que se insistir constantemente com actos de amor... Como esse "Querida, eu infinitamente te amo!"

Gostei muito! :-)

Beijinho...

imagem de FlaviaAssaife

Re: Ponderação

imelo,

"A mais ninguém minha boca diz sinceramente:
Querida, eu infinitamente te amo!"

Lindos versos!

imagem de amandu

Re: Ponderação

EXCELENTE PERFIL COMO SE FORA UM PRESENTE E EM SUA LEITURA O MESMO. A PERCEPÇÃO DISSO TAMBÉM. ADOREI.
ABRAÇO SINCERO PARA TI ROBERTO.
AMANDU

imagem de MarneDulinski

Re: Ponderação

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO!
Meus parabéns,
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto HOMEM/MULHER 0 32 11/10/2020 - 01:56 Português
Poesia/Gótico PAISAGEM 0 24 11/04/2020 - 01:15 Português
Poesia/Soneto INFINITESIMAL 0 19 11/03/2020 - 00:52 Português
Poesia/Geral SENSAÇÕES 0 17 11/02/2020 - 22:51 Português
Poesia/Soneto SENSAÇÕES EÓLICAS 0 24 11/01/2020 - 23:32 Português
Poesia/Geral HÁBITOS & VÍCIOS 0 29 11/01/2020 - 20:34 Português
Poesia/Gótico ALUVIÃO 0 81 10/29/2020 - 02:23 Português
Poesia/Soneto JUÍZO 0 36 10/26/2020 - 01:03 Português
Poesia/Soneto NEGRUME 0 21 10/25/2020 - 13:12 Português
Poesia/Geral CIENTÍFICO 0 49 10/21/2020 - 03:47 Português
Poesia/Geral MISTÉRIOS 0 39 10/19/2020 - 01:20 Português
Poesia/Geral OS SENTIDOS 0 71 10/18/2020 - 13:48 Português
Poesia/Geral IDONEIDADE 0 50 10/17/2020 - 13:11 Português
Poesia/Soneto INTRÉPIDO 0 35 10/17/2020 - 00:37 Português
Poesia/Soneto EMBALOS 0 45 10/11/2020 - 23:36 Português
Poesia/Geral FUTUM 0 47 10/11/2020 - 23:00 Português
Poesia/Geral FUTUM 0 83 10/11/2020 - 22:57 Português
Poesia/Geral DOUTRINA 0 52 10/06/2020 - 03:33 Português
Poesia/Geral AMAR 0 66 09/30/2020 - 01:36 Português
Poesia/Gótico AGONY 0 65 09/26/2020 - 23:58 Português
Poesia/Geral AGONY 0 169 09/26/2020 - 23:21 inglês
Poesia/Geral INDOMÁVEL 0 68 09/26/2020 - 14:45 Português
Poesia/Geral HISTÓRICO 0 81 09/18/2020 - 22:28 Português
Poesia/Geral IN NATURA 0 69 09/16/2020 - 23:36 Português
Poesia/Geral CONTEXTO IDEOLÓGICO 0 82 09/16/2020 - 01:05 Português