CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Renascer

"Longa e fatigante é a senda ante ti, ó discípulo."
BLAVATSKY, Helena "A Voz do Silêncio", 1998, edição 494, tradução de Fernando Pessoa, Assírio & Alvim

No hiemal liame a Nix e Érebo, injucundo,
Estertora num búzio um mesto alburno
Num tal dédalo impérvio e taciturno,
Que plange Undina (1) em terra, contrafundo.

Mas "Deixa a dor nas aras"(2), sitibundo,
Pélago de Chopin num seu nocturno,
Prorrompe-lhe uma Lilith, lio diuturno,
Transubstancia as Euménides segundo

O que inflecte o aquilão, minui o frendor,
Na "Elevação" (3), a catexe que se acera,
Fulge às fadas de Cumbria ou ao elo vector

Do Ápeiron (4) ou da "Amazing Grace" (5), vera
Crisálida num féretro a transpor:
Consagra em si a surgente primavera.

(1) SOLLOGUB, Vladimir "Undina", 1869, tradução de Vasili Jukovski da obra "Ondine" de Friedrich de la Motte Fouqué, ópera de Tchaikovski em três actos

(2) PESSOA, Fernando "Odes de Ricardo Reis", 1946. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraDownload.do?select_action=&co_obra=16549&co_midia=2>. Acesso em: 28 abr. 2021.

(3) BAUDELAIRE, Charles "As Flores do Mal", 1857. Disponível em: < http://www.agr-tc.pt/bibliotecadigital/aetc/download/466/As%20Flores%20d... Acesso em: 28 abr. 2021.

BAUDELAIRE, Charles "Les fleurs du mal", 1857. Disponível em: <http://elg0001.free.fr/pub/pdf/baudelaire_les_fleurs_du_mal.pdf.> Acesso em: 28 abr. 2021.

(4) Anaximandro, séc. VI a.C.

(5) NEWTON, John "Amazing Grace", 1772

Submited by

sábado, junho 5, 2021 - 17:14

Poesia :

No votes yet

Rute Iria

imagem de Rute Iria
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 6 dias
Membro desde: 10/24/2020
Conteúdos:
Pontos: 137

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Rute Iria

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto Gravame 0 135 01/14/2022 - 22:08 Português
Poesia/Soneto Silêncio 0 304 12/03/2021 - 01:18 Português
Poesia/Soneto A Mesma 2 212 11/13/2021 - 14:49 Português
Poesia/Soneto Forasteira 0 254 09/24/2021 - 01:08 Português
Poesia/Soneto Morte em Vida 0 393 08/03/2021 - 12:49 Português
Poesia/Soneto Renascer 0 385 06/05/2021 - 17:14 Português
Poesia/Soneto Epifania 0 355 04/27/2021 - 23:06 Português
Poesia/Soneto Ínvia 0 307 04/08/2021 - 13:46 Português
Poesia/Soneto Desancorada 0 339 03/19/2021 - 18:25 Português
Poesia/Soneto Ave Nocturna 0 379 02/11/2021 - 00:14 Português
Poesia/Soneto Da Fisicalidade 0 374 12/25/2020 - 00:31 Português
Poesia/Soneto Dançares-me dentro 3 404 12/18/2020 - 03:22 Português
Poesia/Soneto Em Chamas 0 359 11/16/2020 - 12:33 Português
Poesia/Soneto Shariar 0 376 10/29/2020 - 12:12 Português
Poesia/Soneto Lâminas por Pétalas 0 354 10/29/2020 - 12:11 Português
Poesia/Soneto Malkuth 0 348 10/28/2020 - 11:58 Português
Poesia/Soneto Mnemónica de Abraão 0 333 10/28/2020 - 11:57 Português
Poesia/Soneto Mil Vidas Numa Só 0 311 10/28/2020 - 11:57 Português
Poesia/Soneto Dentro 0 367 10/27/2020 - 00:13 Português
Poesia/Soneto À Bolina 0 356 10/27/2020 - 00:12 Português
Poesia/Soneto Sem Norte 0 329 10/27/2020 - 00:12 Português
Poesia/Soneto Infrene 0 331 10/26/2020 - 00:09 Português
Poesia/Soneto Inconsertável 0 307 10/26/2020 - 00:08 Português
Poesia/Soneto Ancoragem 0 343 10/26/2020 - 00:07 Português
Poesia/Soneto Quando Deus e o Diabo Dançam 0 337 10/24/2020 - 23:14 Português