CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Segundo Soneto da Morte (Gabriela Mistral)

Este longo cansaço irá ser grande um dia
e a alma dirá ao corpo que não quer
arrastar o seu peso ao longo desta vida
por onde os homens vão, felizes por viver.

Sentirás que ao teu lado cavam brutalmente,
que outro hóspede chega à serena cidade.
Vou esperar que alguém me cubra completamente
e depois falaremos uma eternidade!

Só então saberás porque é que, ainda imaturo,
para as profundas fossas o teu corpo iria
aí dormir tranquilo, aí permanecer.

E então far-se-á luz no campanário escuro:
saberás que entre nós sinais de astros havia
e que, quebrando o pacto, tinhas de morrer.

 

Gabriela Mistral, poetisa chilena, prêmio Nobel de Literatura de 1945, In: Poesias escolhidas
Tradução de Henriqueta Lisboa. Ilus. Marianne Clouzot. Rio de Janeiro: Editora Opera Mundi, 1973.
211 p.
 

Submited by

segunda-feira, julho 11, 2011 - 22:36

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 24 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção A uma mendiga ruiva (Charles Baudelaire) 0 3.948 07/03/2014 - 02:55 Português
Poesia/Intervenção Coração avariado 1 1.663 06/25/2014 - 03:09 Português
Poesia/Fantasia Flores bonecas 2 1.572 06/24/2014 - 20:14 Português
Poesia/Intervenção Caminho de San Tiago 0 2.253 06/24/2014 - 00:31 Português
Poesia/Soneto Há em toda a beleza uma amargura (Walter Benjamin) 1 1.823 06/20/2014 - 21:04 Português
Poesia/Soneto Vibra o passado em tudo o que palpita (Walter Benjamin) 1 1.606 06/19/2014 - 23:27 Português
Poesia/Meditação Sonhe (Clarice Lispector) 1 1.751 06/19/2014 - 23:00 Português
Poesia/Intervenção Dá-me a tua mão (Clarice Lispector) 0 1.717 06/19/2014 - 22:44 Português
Poesia/Intervenção Precisão (Clarice Lispector) 0 1.279 06/19/2014 - 22:35 Português
Poesia/Meditação Pão dormido, choro contido 1 1.450 06/13/2014 - 04:02 Português
Poesia/Fantasia A dívida 1 1.600 06/12/2014 - 04:52 Português
Poesia/Intervenção Eco das Ruas 1 1.071 06/12/2014 - 04:38 Português
Poesia/Aforismo Maneiras de lutar (Rubén Vela) 2 1.502 06/11/2014 - 11:22 Português
Poesia/Aforismo O médico cubano, o charuto e o arroto tupiniquim (cordel) 2 1.925 06/11/2014 - 11:19 Português
Poesia/Intervenção Espera... (Florbela Espanca) 0 1.275 03/06/2014 - 11:42 Português
Poesia/Intervenção Interrogação (Florbela Espanca) 0 1.221 03/06/2014 - 11:36 Português
Poesia/Intervenção Alma a sangrar (Florbela Espanca) 0 1.020 03/06/2014 - 11:32 Português
Poesia/Soneto Vê minha vida à luz da proteção (Walter Benjamin) 0 1.241 03/03/2014 - 13:16 Português
Poesia/Dedicado Arte poética (Juan Gelman) 0 1.557 01/17/2014 - 23:32 Português
Poesia/Dedicado A palavra em armas (Rubén Vela) 0 933 01/17/2014 - 23:01 Português
Poesia/Fantasia A ÁRVORE DE NATAL NA CASA DE CRISTO (FIODOR DOSTOIÉVSKI) 0 771 12/20/2013 - 12:00 Português
Poesia/Dedicado Aqueles olhos sábios 0 1.101 10/27/2013 - 21:47 Português
Poesia/Pensamentos Asteróides 0 981 10/27/2013 - 21:46 Português
Poesia/Pensamentos O que se re-funda não se finda 0 1.199 10/27/2013 - 21:44 Português
Poesia/Intervenção Para mim mesmo ergui…(Aleksander Pushkin) 0 1.445 10/16/2013 - 00:14 Português