CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ser ou seres

Ser ou seres

Como é difícil andar entre as pessoas...
e ver seu sofrimento latente em seus
olhares.

Outras nem tanto estão entorpecido pela
indiferença.

Há um homem queimado e fétido sobre a
calçada.

Sobre ele olhares esguios e como é difícil
vaguear no meio da multidão, fingindo não
ver todos os dias essa desumanização
residida e mal assistida e parar e sentir
que esta vivo.

Recontando a não ainda vida mal vivida no
jogo das paixões, como é "trágico”.

E olhando em pesadelos de dia e de noite e
pesquisando em ordem ou em redemoinhos
de sentimentos desordenados.

Então, que pelo fulgor anêmico da arte que
ainda faz parte.

Eles reconhecem o incêndio fatal da vida!!!

Uns de óculos escuro e outros de pele
queimada do sol.

Numa ida diária do moído “destratos” de tratos
não cumpridos.

Difícil não beber um gole de noite no quarto
entristecido.

O NOVO POETA. (W.Marques).

O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

quarta-feira, novembro 18, 2009 - 18:35

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 19 semanas
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de jopeman

Re: Ser ou seres

Pois, é dificil não beber desse gole de sombras :pint:

"Destrataste", com mérito e beleza, "o incêndio fatal da vida"...a tua poesia, decerto, o amena um pouco.

Mto bom
Abraço

imagem de cecilia

Re: Ser ou seres

W.Marques,
Pura realidade presenciada pela sociedade que faz vista grossa. Não somente aos menos favorecidos. As pessoas estão mais envolvidas consigo próprias que esquecem que os demais são seres humanos de carne e osso, tem emoções, frustrações e sonhos.
Que mais poemas como este venham a ser escritos e lidos para despertar dentro de cada leitor no que este mundo fetido esta se transformando.
Parabéns.
Cecilia Iacona.

imagem de MarneDulinski

Re: Ser ou seres

LINDO POEMA PROTESTO, QUE MENSAGENS ASSIM CHEGUEM AOS OUVIDOS E OLHOS DE NOSSAS AUTORIDADES, DOS POLÍTICOS SÉRIOS E TAMBÉM A DEUS!
PARA QUE CENAS COMO ESSAS QUE RELATAS SEJAM TERMINADAS, COM A TRANSFERÊNCIA DE AMOR PARA ESSAS PESSOAS,;O HOMEM ESTÁ PROGREDINDO EM TODAS
TECNOLOGIAS, MAS ESTÁ REGREDINDO EM AMOR, EM POLÍTICOS QUE REALMENTE REPRESENTEM SEU POVO E NÃO SEUS INTERESSES PARTICULARES E FAMILIARES!
VÊ-SE A QUALQUER HORA DO DIA MULHERES, JOVENS, VENCIDOS PELAS DROGAS ATIRADOS PELAS RUAS, PIOR QUE ANIMAIS; TALVEZ, COM UM ATENDIMENTO PSICOLÓGICO, HUMANITÁRIO, MUITO´SE MELHORIA DESSES QUADROS PRESENTES EM TODAS AS CIDADES DO NOSSO BRASIL E QUIÇÁ NO MUNDO!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 876 11/03/2018 - 20:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 689 10/19/2018 - 13:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.577 10/15/2018 - 15:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 948 10/15/2018 - 15:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.593 10/15/2018 - 15:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 999 10/15/2018 - 15:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.353 03/15/2018 - 08:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 598 03/15/2018 - 08:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 659 02/27/2018 - 10:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 1.476 02/27/2018 - 10:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 836 01/22/2018 - 13:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 927 05/29/2016 - 12:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 814 04/22/2016 - 14:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 860 02/21/2016 - 19:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 1.113 02/21/2016 - 19:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.607 12/24/2015 - 11:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 866 11/07/2015 - 21:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 976 09/23/2015 - 10:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.252 07/21/2015 - 10:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.317 06/13/2015 - 18:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 1.191 04/29/2015 - 11:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.344 03/27/2015 - 11:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 1.133 02/15/2015 - 12:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 990 01/15/2015 - 10:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 1.093 12/23/2014 - 13:55 Português