CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sociedade em coma

Sociedade em coma

Era noite escura e era dura
as imagens transmitidas em
rede nacional.

Açoitaram um ser por demais
escravizado.

Faziam marca de morte no
seu corpo pelado e ultrajado.

Eram gases de arrogância e
dava ânsia de ver os seus
comandantes.

Eram piores que os de antes.

Prendiam e batiam por prazer.

Era o mau que se fazia valer.

Inteligência insana, sem sabedoria.

Eram mais porcos do que qualquer
porcaria.

Riam da desgraça sem graça, sem
ave ou Maria.

Sem cristo ou com alguém pego
pra cristo.

Um poder podre e purulento.

Alguns homens da lei se ajuntando
com os estrumes sociais.

Perderam o brilho o lume e se tornaram
os piores entre todos animais.

Viraram pesticida de validade vencida.

É o cão de guarda lhe mordendo e lhe
roubando a vida.

O NOVO POETA. (W.Marques).

O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

sábado, outubro 24, 2009 - 10:56

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 15 semanas
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Sociedade em coma

onovopoeta!
Sociedade em coma

Gostei, uma realidade é!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 856 11/03/2018 - 20:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 625 10/19/2018 - 13:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.541 10/15/2018 - 15:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 917 10/15/2018 - 15:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.560 10/15/2018 - 15:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 944 10/15/2018 - 15:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.319 03/15/2018 - 08:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 566 03/15/2018 - 08:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 640 02/27/2018 - 10:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 1.448 02/27/2018 - 10:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 805 01/22/2018 - 13:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 901 05/29/2016 - 12:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 800 04/22/2016 - 14:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 848 02/21/2016 - 19:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 1.079 02/21/2016 - 19:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.586 12/24/2015 - 11:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 842 11/07/2015 - 21:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 944 09/23/2015 - 10:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.243 07/21/2015 - 10:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.251 06/13/2015 - 18:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 1.172 04/29/2015 - 11:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.333 03/27/2015 - 11:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 1.097 02/15/2015 - 12:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 966 01/15/2015 - 10:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 1.065 12/23/2014 - 13:55 Português