CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

TUDO NASCE... TUDO MORRE

Admirava as chamas que crepitavam na lareira
Vi um cavaco em agonia, estava a ficar em cinza.
Nesse momento, pensei à vida, pensei à morte.
Pensei que essa madeira veio de uma arvore
Que brotou da terra, que cresceu, fez-se forte.
Como nós, também têm vida, têm o seu ciclo.
Do seu tronco brotam os ramos, dos ramos as folhas.
Vivem altaneiras e dão beleza à Terra.
Dão-nos sombra para nos podermos refrescar
Dão-nos o oxigénio para podermos respirar.
E o dia vem e ciclo começa a chegar aao fim
São abatidas, desfolhadas, cortadas sem piedade.
Mais tarde, vamos encontrá-las em nossas casas
Transformadas em móveis, transformadas em cavacos
Para nos aquecerem e nos darem a comodidade.
Como nós , elas morrem, acabam em cinzas
O homem em cinzas também ou em poeira
É assim a vida qur se queira ou não queira.
Chora-se pela pessoa que morreu
Não se chora a arvore que nos aqueceu,
Por ela ninguém se vai enlutar, ela...
Que nos ajudou a respirar, ela que purificou o ar!

A. da fonseca

Submited by

segunda-feira, março 10, 2008 - 12:41

Poesia :

No votes yet

alberto

imagem de alberto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 11 anos 4 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 359

Comentários

imagem de angelalugo

Re: TUDO NASCE... TUDO MORRE

Querido poeta

Não tenho coragem de cortar um galho quanto mais
uma árvore, mas vou te dizer tudo nasce tudo morre
mas se ficarmos sem as árvores o planeta é que morrerá
não restará semente para se plantar...Nossa é uma
calamidade o que estão fazendo com as florestas..
se pudéssemos ouvir o lamurio delas nossos ouvidos
não agüentariam o choro constante de todas elas que
morrem a cada instante
Adorei seu texto....

beijinhos no coração

imagem de alberto

Re: TUDO NASCE... TUDO MORRE

Obrigado Angela, basta ver o que estão a fazer na Amazonia, será uma catástrofe mundial se assim continua.
beijinjo Angela
A. dafonseca

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of alberto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - 109 0 1.719 11/24/2010 - 00:34 Português
Prosas/Mistério DESASTRE GRAVE 0 1.052 11/19/2010 - 00:03 Português
Poesia/Alegria FIQUEI A MIAR 0 723 11/18/2010 - 15:59 Português
Poesia/Alegria A MINHA CADELINHA, AGORA CANTA 0 670 11/18/2010 - 15:59 Português
Poesia/Paixão TEUS AMOROSOS BEIJOS 1 529 06/22/2010 - 23:24 Português
Poesia/Meditação TU, CAMARADA 1 746 06/22/2010 - 22:33 Português
Poesia/Amor O AMOR, AI O AMOR 3 499 06/22/2010 - 22:30 Português
Poesia/Dedicado PARA TODAS AS MÃES 0 608 05/07/2010 - 21:25 Português
Poesia/Dedicado O POETA, NÃO É UM HOMEM SÓ 1 647 05/07/2010 - 15:34 Português
Poesia/Aforismo O AMOR É UMA DOENÇA 1 638 05/02/2010 - 17:13 Português
Poesia/Tristeza QUIS ARRUMAR AS MINHAS MEMÓRIAS 3 607 05/01/2010 - 20:47 Português
Poesia/Amor ESTA NOITE, MEU AMOR, NÃO FAÇO AMOR 2 700 05/01/2010 - 20:41 Português
Poesia/Aforismo SÓ QUERO OUVIR A TUA VOZ 3 726 04/29/2010 - 21:42 Português
Poesia/Meditação EU SOU O CÍNISMO 2 1.374 04/15/2010 - 21:10 Português
Poesia/Meditação QUE SE PASSA COM O NOSSO PLANETA? 2 485 04/15/2010 - 21:09 Português
Poesia/Paixão PENSAMENTO DE UM LOUCO 6 695 04/13/2010 - 08:57 Português
Poesia/Alegria GOSTO DOS PALHAÇOS 2 491 04/09/2010 - 19:45 Português
Poesia/Paixão PARAISO SEM AMOR 2 503 04/06/2010 - 20:49 Português
Poesia/Meditação A ESTRELA DA VIDA 2 705 04/06/2010 - 20:47 Português
Poesia/Fantasia QUANDO EU MORRER 4 541 04/05/2010 - 09:24 Português
Poesia/Meditação OBRIGADO 2 649 04/05/2010 - 09:17 Português
Poesia/Amor DEIXAREMOS DE SER DOIS 6 574 04/01/2010 - 21:07 Português
Poesia/Alegria AGORA, A MINHA CADELINHA CANTA 2 777 03/30/2010 - 18:39 Português
Poesia/Meditação O SETE PRETO 2 652 03/29/2010 - 20:22 Português
Poesia/Meditação O DITADOR 6 642 03/28/2010 - 18:32 Português