CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

[Urubus]

Os urubus estão à espera...
Sentem o cheiro do medo,
Observam de cima o sofrimento.

Na miséria que vira rotina,
Na rotina que contamina.

Os urubus sempre parecem distantes
Gostam quando tudo está calmo.

Os urubus, sobrevoam Brasília!

Atrás da carniça...
Que hoje são restos de poder,
Disfarçados de propina.

Longe dos olhares do povo,
Distante da realidade.

Hoje! Essas aves, são senhores do estado!

As penas pretas,
Como um manto, escondem seu caráter...
Suas garras sempre sujas...
Seus olhares atentos,
Não são capazes de esconder o cheiro...
Reis, em um país de miseráveis.

Pássaros! Que não largam velhos hábitos.

Os urubus contemporâneos são vaidosos!
Gostam de palavras bonitas, ego inflado, exclusividade,
Sala reservada, caviar, vinhos caros.

Aves sujas, com gostos sofisticados!

Urubus, urubus, urubus...
De cabeça vermelha, de cabeça preta...
Ou até mesmo brancos!

A cada bater de asas
A podridão é revelada!

Entre tantas excentricidades
Ter o povo, como escravo...

Pablo Danielli

Submited by

quarta-feira, setembro 25, 2019 - 20:29

Poesia :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 semanas 2 dias
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2944

Comentários

imagem de J. Thamiel

coment

Parabéns pelo conteúdo.

gostei muito.
você me inspirou.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Críticas/Outros O futebol é simples, complicado são os esquemas táticos. 0 34 05/24/2021 - 14:23 Português
Poesia/Meditação [A mesa está posta] 0 71 05/13/2021 - 20:02 Português
Poesia/Meditação [Nós] 0 191 01/11/2021 - 14:44 Português
Poesia/Meditação [Neon] 0 303 07/23/2020 - 14:32 Português
Poesia/Paixão [Negra] 0 522 05/22/2020 - 18:23 Português
Poesia/Meditação [Pulsar] 0 743 04/30/2020 - 19:43 Português
Poesia/Meditação [Teias] 0 899 03/16/2020 - 14:24 Português
Poesia/Pensamentos [As vozes] 0 1.031 02/12/2020 - 19:15 Português
Poesia/Meditação [Vento] 0 654 02/10/2020 - 14:13 Português
Poesia/Pensamentos [Queda] 0 1.074 01/23/2020 - 20:15 Português
Poesia/Amor [Invisíveis] 0 660 01/06/2020 - 18:06 Português
Poesia/Meditação [Casas invisíveis] 0 1.108 12/13/2019 - 17:59 Português
Poesia/Meditação [PÓ] 0 842 12/09/2019 - 15:01 Português
Poesia/Pensamentos [A hora mais escura] 0 1.024 09/27/2019 - 18:59 Português
Poesia/Pensamentos [Urubus] 1 1.169 09/27/2019 - 13:24 Português
Poesia/Pensamentos [Fantasma] 0 771 09/19/2019 - 21:31 Português
Poesia/Amor [Teus lábios] 0 1.196 08/15/2019 - 15:01 Português
Poesia/Meditação [Á deriva] 0 1.538 05/08/2019 - 15:29 Português
Poesia/Meditação [Vazios] 0 1.779 04/03/2019 - 21:00 Português
Poesia/Meditação [Círculos] 0 1.865 03/12/2019 - 17:34 Português
Poesia/Meditação [Mundo] 0 1.832 12/07/2018 - 20:47 Português
Poesia/Meditação [Curtido] 0 2.019 11/26/2018 - 20:20 Português
Poesia/Meditação [Caminhar] 0 1.388 11/21/2018 - 14:21 Português
Críticas/Outros [A filosofia do povo] 0 3.080 10/30/2018 - 14:13 Português
Poesia/Meditação [Morto] 0 2.556 10/25/2018 - 19:56 Português