CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Velha negra e transparente

Velha negra e transparente

A mulher de véu negro de olhar penetrante
fica me fitando.

A mulher negra de ar transparente fica perto
do perigo observando a gente.

Sempre torcendo contra o bom censo, ela não
esboça emoção dispensa o lenço.

Sua busca é constante atrai o amor e mata os
amantes.

Já levou minha mãe o meu irmão e alguns
parentes.

A mulher negra é adjacente da serpente quase
não sorri e escuros são seus dentes.

Anda lentamente como quem não quer nada
mas na hora da detonação a danada dá risada.

Não é de Deus e nem do diabo, ela só mostra o
caminho dos novos acontecimentos.

Embora se distraia com sua desgraça a vida sem
ela seria sem graça.

Quase sempre mal vinda, mas quando morre um
desgraçado, foi tarde.

Parabéns pra dona negra e amedrontadora morte.

O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

domingo, abril 26, 2009 - 23:22

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 36 semanas 2 dias
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de mariamateus

Re: Velha negra e transparente

Já levou minha mãe o meu irmão e alguns
parentes.

Partilhamos,a mesma perda!!!
Este seu poema, é tremendamente pavoroso,
mas é mesmo, 8-) a pura e crua,realidade.

bjsssss

imagem de Zezinho

Re: Velha negra e transparente

Muito Bom !!!
Mesmo :lol: :-P :-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 639 11/03/2018 - 21:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 280 10/19/2018 - 14:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.222 10/15/2018 - 16:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 710 10/15/2018 - 16:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.328 10/15/2018 - 16:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 468 10/15/2018 - 16:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.120 03/15/2018 - 09:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 366 03/15/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 471 02/27/2018 - 11:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 726 02/27/2018 - 11:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 471 01/22/2018 - 14:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 657 05/29/2016 - 13:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 655 04/22/2016 - 15:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 717 02/21/2016 - 20:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 889 02/21/2016 - 20:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.398 12/24/2015 - 12:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 660 11/07/2015 - 22:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 659 09/23/2015 - 11:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.129 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.010 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 847 04/29/2015 - 12:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.117 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 956 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 792 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 941 12/23/2014 - 14:55 Português