CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Filosofia sem Mistério - Dicionário Sintéticoio

NEPOTISMO – do Latim “NEPOS, NEPOTIS” = descendente.

No Brasil e em outros Países que ainda não atingiram a plenitude democrática, o termo “Nepotismo” é noticiado com uma freqüência indesejada, pois a ele estão atrelados os conceitos de prevaricação, corrupção e/ou, no mínimo, incompetência, ineficiência e vários outros adjetivos pejorativos.
Em sentido corriqueiro, o Nepotismo significa a prática de alguns políticos que empregam familiares no Serviço Público, em verdadeiras sinecuras, com os efeitos negativos supra mencionados, e mais os que surgem como efeito da não contratação de pessoas realmente aptas e capazes para os cargos que preencheram com seus apadrinhados.
Contudo, a bem da verdade, deve-se registrar que essa pratica não foi inventada por maus políticos de países subdesenvolvidos e nem lhes é exclusiva; como também não é fruto da atualidade. Aqui vale rememorar que o ilustre Pero Vaz de Caminha na carta que enviou ao Rei português relatando a descoberta da “Terra de Santa Cruz” acrescentou um pedido de emprego para um cunhado seu. A História não diz se foi atendido.
Historicamente situa-se o inicio do Nepotismo no começo do fortalecimento do Catolicismo, criado pelos Papas que favoreciam seus familiares com cargos de suma importância e generosamente bem remunerados. E, claro, em detrimento dos indivíduos realmente capazes e aptos para o desempenho daquelas funções. Dado o exemplo, o Nepotismo passou a ser usual em outros setores da Sociedade, particularmente nos Governos, causando injustas demissões e/ou não contratações de pessoas melhores qualificadas.
Além de imoral (mesmo que legal) esse comportamento foi o grande responsável pelas mazelas nos Serviços Públicos, fato que ocorre ainda hoje, malgrado os esforços das Sociedades Civis para eliminar essa prática funesta.

Submited by

sexta-feira, abril 23, 2010 - 21:59

Prosas :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 3 anos 35 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza A Canção de Alepo 0 2.153 10/01/2016 - 22:17 Português
Poesia/Meditação Nada 0 1.727 07/07/2016 - 16:34 Português
Poesia/Amor As Manhãs 0 1.485 07/02/2016 - 14:49 Português
Poesia/Geral A Ave de Arribação 0 1.477 06/20/2016 - 18:10 Português
Poesia/Amor BETH e a REVOLUÇÃO DE VERDADE 0 1.592 06/06/2016 - 19:30 Português
Prosas/Outros A Dialética 0 2.247 04/19/2016 - 21:44 Português
Poesia/Desilusão OS FINS 0 1.857 04/17/2016 - 12:28 Português
Poesia/Dedicado O Camareiro 0 2.812 03/16/2016 - 22:28 Português
Poesia/Amor O Fim 1 1.593 03/04/2016 - 22:54 Português
Poesia/Amor Rio, de 451 Janeiros 1 1.568 03/04/2016 - 22:19 Português
Prosas/Outros Rostos e Livros 0 1.671 02/18/2016 - 20:14 Português
Poesia/Amor A Nova Enseada 0 2.019 02/17/2016 - 15:52 Português
Poesia/Amor O Voo de Papillon 0 1.266 02/02/2016 - 18:43 Português
Poesia/Meditação O Avião 0 1.305 01/24/2016 - 16:25 Português
Poesia/Amor Amores e Realejos 0 2.226 01/23/2016 - 16:38 Português
Poesia/Dedicado Os Lusos Poetas 0 1.474 01/17/2016 - 21:16 Português
Poesia/Amor O Voo 0 1.493 01/08/2016 - 18:53 Português
Prosas/Outros Schopenhauer e o Pessimismo Filosófico 0 2.344 01/07/2016 - 20:31 Português
Poesia/Amor Revellion em Copacabana 0 1.698 12/31/2015 - 15:19 Português
Poesia/Geral Porque é Natal, sejamos Quixotes 0 1.550 12/23/2015 - 18:07 Português
Poesia/Geral A Cena 0 1.784 12/21/2015 - 13:55 Português
Prosas/Outros Jihadismo: contra os Muçulmanos e contra o Ocidente. 0 1.627 12/20/2015 - 19:17 Português
Poesia/Amor Os Vazios 0 2.728 12/18/2015 - 20:59 Português
Prosas/Outros O impeachment e a Impopularidade Carta aberta ao Senhor Deputado Ivan Valente – Psol. 0 1.034 12/15/2015 - 14:59 Português
Poesia/Amor A Hora 0 2.418 12/12/2015 - 16:54 Português