CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Filosofia sem Mistério - Dicionário Sintéticoio

MILENARISMO – do Latim tardio “MILLENARIUS”.
É a tese que se inspirou na crença da Idade Média elaborada pelo Místico JOAQUIM DE FIORE (1145/1202, Itália), na qual se anuncia o advento (a chegada) do “Milênio (período de mil anos)”, quando o Mal seria vencido, conforme se lê no livro bíblico do “Apocalipse” escrito por João de Patmos.
Esse termo também é utilizado para designar um período de mil anos que está por chegar e que trará um “bem estar” geral.
Contudo, em certas situações a noção do Milênio é associada com passagens negativas como a do “3º Reich” nazista.
A idéia de que algo acontecerá quando se atinge um milênio sempre fez parte da crendice popular. Na Idade Média temia-se que a chegada no ano 1.000 coincidisse com o “Fim do Mundo”. Posteriormente, na atualidade, acreditou-se que o ano 2.000 seria o último, pois isso fora profetizado pelo próprio Cristo (sic). Mais recentemente as atenções se voltam para o ano de 2012, que também será o último, conforme profetizado pelos Maias e Astecas.
Faz parte de a natureza humana considerar que em datas inteiras algum acontecimento extraordinário ocorrerá e mesmo agora, com todo avanço tecnológico havido nos últimos cem anos tais crenças vigoram com força de “Verdade”.

Submited by

terça-feira, abril 6, 2010 - 17:19

Prosas :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 3 anos 34 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza A Canção de Alepo 0 2.145 10/01/2016 - 22:17 Português
Poesia/Meditação Nada 0 1.722 07/07/2016 - 16:34 Português
Poesia/Amor As Manhãs 0 1.482 07/02/2016 - 14:49 Português
Poesia/Geral A Ave de Arribação 0 1.468 06/20/2016 - 18:10 Português
Poesia/Amor BETH e a REVOLUÇÃO DE VERDADE 0 1.585 06/06/2016 - 19:30 Português
Prosas/Outros A Dialética 0 2.226 04/19/2016 - 21:44 Português
Poesia/Desilusão OS FINS 0 1.844 04/17/2016 - 12:28 Português
Poesia/Dedicado O Camareiro 0 2.800 03/16/2016 - 22:28 Português
Poesia/Amor O Fim 1 1.589 03/04/2016 - 22:54 Português
Poesia/Amor Rio, de 451 Janeiros 1 1.562 03/04/2016 - 22:19 Português
Prosas/Outros Rostos e Livros 0 1.653 02/18/2016 - 20:14 Português
Poesia/Amor A Nova Enseada 0 2.009 02/17/2016 - 15:52 Português
Poesia/Amor O Voo de Papillon 0 1.261 02/02/2016 - 18:43 Português
Poesia/Meditação O Avião 0 1.297 01/24/2016 - 16:25 Português
Poesia/Amor Amores e Realejos 0 2.219 01/23/2016 - 16:38 Português
Poesia/Dedicado Os Lusos Poetas 0 1.466 01/17/2016 - 21:16 Português
Poesia/Amor O Voo 0 1.488 01/08/2016 - 18:53 Português
Prosas/Outros Schopenhauer e o Pessimismo Filosófico 0 2.337 01/07/2016 - 20:31 Português
Poesia/Amor Revellion em Copacabana 0 1.690 12/31/2015 - 15:19 Português
Poesia/Geral Porque é Natal, sejamos Quixotes 0 1.548 12/23/2015 - 18:07 Português
Poesia/Geral A Cena 0 1.773 12/21/2015 - 13:55 Português
Prosas/Outros Jihadismo: contra os Muçulmanos e contra o Ocidente. 0 1.616 12/20/2015 - 19:17 Português
Poesia/Amor Os Vazios 0 2.718 12/18/2015 - 20:59 Português
Prosas/Outros O impeachment e a Impopularidade Carta aberta ao Senhor Deputado Ivan Valente – Psol. 0 1.030 12/15/2015 - 14:59 Português
Poesia/Amor A Hora 0 2.338 12/12/2015 - 16:54 Português