CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sinapse em Tilt

 

 

 

Talvez nunca venhamos a perceber
Ter havido uma altura em que tivemos
que escolher.
Afirmámos,
Exclamámos,
E "fechámos" a cadeado inúmeras
coisas com pontos parágrafos.
Separámos as nossas vidas.
O que é meu para um lado,
O que é teu para outro.
Quanto ao que é dos dois,
Devia haver uma espécie de vidrão
Onde se pudesse colocar as relações acabadas.
Tu partiste com a tua vida debaixo do braço
Seguindo sabe-se lá para onde
Mas fizeste-o da mesma forma que fazes tudo
e que te torna bastante peculiar.
Se eu fiquei ou não!? Não sei.
Não sei onde estou.
Mas não é nada de novo
para mim, porque eu nunca sei onde estou.
Levaste-me as palavras.
As de concórdia
As de discórdia
Resumindo... a discussão.
Deixaste-me o silêncio
a que sou alérgico.
Porque são os sons das palavras
que mexem com a minha biologia

Talvez um dia...

...Alguém me volte a deixar sem palavras.

Ou melhor ainda,

Talvez chegará uma altura em que as palavras deixar-me-ão sem mais um dia sequer.
 

 

Carlos Cabecinha 

Submited by

domingo, junho 5, 2011 - 11:57

Poesia :

No votes yet

Outro

imagem de Outro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 39 semanas
Membro desde: 03/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 890

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Outro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Ao volante do Chevrolet pela estrada de Sintra- Álvaro de Campos -Poema Pintado- Paint sobre Paint 0 689 01/17/2018 - 22:11 Português
Poesia/Geral O Astro Rei 0 883 01/14/2018 - 17:14 Português
Poesia/Geral Imagina lá tu... 0 1.566 01/14/2018 - 16:54 Português
Poesia/Geral Alfanumérico 0 1.084 01/13/2018 - 13:56 Português
Poesia/Geral Raízes 0 608 01/11/2018 - 18:45 Português
Poesia/Geral Inteligência Artificial 0 851 01/07/2018 - 19:32 Português
Poesia/Geral Canção ás Minhas 3 Meninas 0 628 01/02/2018 - 11:13 Português
Poesia/Geral contemplamento 0 574 01/01/2018 - 17:27 Português
Poesia/Amor Livros 0 922 12/15/2017 - 16:06 Português
Poesia/Geral As Grandes Guerras 2 1.409 07/27/2011 - 14:36 Português
Poesia/Geral Patetice 4 1.452 07/27/2011 - 14:17 Português
Poesia/Geral Palavras Caídas 0 1.450 07/27/2011 - 13:45 Português
Poesia/Geral Palavreados 0 1.267 07/05/2011 - 13:23 Português
Poesia/Geral Hermético 0 2.742 06/19/2011 - 22:54 Português
Poesia/Geral Sinapse em Tilt 0 2.521 06/05/2011 - 11:57 Português
Poesia/Geral Convite Para Lançamento de Livro 0 2.621 05/18/2011 - 18:38 Português
Poesia/Geral Não Tenho Titulo Para Isto 13 1.980 04/27/2011 - 15:23 Português
Poesia/Geral Os Encalhados 4 2.316 04/27/2011 - 09:17 Português
Poesia/Geral Silêncios 4 1.543 04/17/2011 - 23:44 Português
Poesia/Geral Escrito Por Todos Nós 0 1.854 03/17/2011 - 16:45 Português
Poesia/Geral In Perfeição 3 1.108 03/15/2011 - 22:50 Português
Poesia/Geral Valium 1 2.222 03/13/2011 - 00:44 Português
Poesia/Geral "Tu" 0 1.766 03/12/2011 - 16:37 Português
Poesia/Geral "Porque a Galinha Atravessa a Estrada?" 0 1.570 03/12/2011 - 15:53 Português
Poesia/Geral "Eu" 1 1.375 03/11/2011 - 00:51 Português