Dono dos meus caprichos

Dono dos meus caprichos
Vem satisfazer-me agora,
deixa tudo e sobe no teu cavalo alado.
Pega carona com o vento
Ou, como um navio mercante,
ancora no porto da minha vida
e traze o que de melhor tens para mim.
E, ao chegares, faze-te meu
como só tu sabes ser.
Toma a mim e me doma
como preciso ser domada.
Leva-me às maiores alturas e sejamos um,
como já somos abençoados por Deus.
Respeita meu espaço e delimita o teu
para que não usurpamos um do outro em tragédia,
e não permitas que nos percamos no tempo,
no cotidiano vil, nem nas assolações da mesmice.
Inovemos em uma dança, tu e eu, eu e tu,
par perfeito, dançante e cantante na sinfonia da vida.
E, quando o inverno de nossas vidas chegar,
que possamos nos lembrar,
tu de mim, eu de ti,
para sempre nós,
eternamente um.
Texto de Teresa Azevedo retirado do livro “Você , meu porto seguro" (2014)

r:nbm-23/05/18

Submited by

Viernes, Mayo 25, 2018 - 19:15

Poesia :

Sin votos aún

teresaazevedo

Imagen de teresaazevedo
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 1 año 38 semanas
Integró: 09/16/2010
Posts:
Points: 608

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of teresaazevedo

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Tristeza Simples assim 0 897 05/25/2018 - 19:42 Portuguese
Poesia/Pasión Dono dos meus caprichos 0 663 05/25/2018 - 19:15 Portuguese
Poesia/Pasión Dono dos meus caprichos 0 759 05/25/2018 - 19:15 Portuguese
Poesia/General O êxtase do poeta é a poesia 0 905 11/06/2015 - 10:34 Portuguese
Poesia/General Poeta é gente diferente 0 1.072 11/06/2015 - 10:32 Portuguese
Poesia/General Nós eremitas 0 874 11/06/2015 - 10:31 Portuguese
Poesia/General Ser coletivo 0 1.072 11/05/2015 - 17:08 Portuguese
Poesia/General Transcendemos corpos e emoções 0 1.503 11/05/2015 - 17:06 Portuguese
Poesia/Meditación Ondulações 0 946 11/05/2015 - 17:04 Portuguese
Videos/Poesía Projeto Ondulações 2014 0 4.077 11/05/2015 - 07:02 Portuguese
Poesia/Tristeza Batem as asas do adeus 1 1.657 07/29/2014 - 00:08 Portuguese
Poesia/Poetrix Crescer sim, beber não! 1 1.175 07/25/2014 - 23:30 Portuguese
Poesia/General Miscelânea poética 1 1.617 07/17/2014 - 22:58 Portuguese
Poesia/Aldravias Aldravia 1 0 1.826 07/17/2014 - 15:36 Inglés
Poesia/General Tarde, mormaço 1 1.235 07/13/2014 - 22:57 Portuguese
Poesia/General Descortine-os 0 1.149 07/12/2014 - 17:42 Portuguese
Poesia/General Intocável 0 902 07/12/2014 - 17:01 Portuguese
Poesia/Archivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.529 07/11/2014 - 03:39 Inglés
Poesia/Archivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.372 07/11/2014 - 03:39 Inglés
Poesia/Archivo de textos (Poesia coletiva, resultado do primeiro Sarau, produzida através de palavras que cada assistido falou) 0 1.401 06/27/2014 - 18:06 Inglés
Poesia/Pasión Casados em cópula 1 1.577 06/18/2014 - 23:12 Portuguese
Poesia/Desilusión Pássaro Errante 1 1.181 06/16/2014 - 02:15 Portuguese
Poesia/Fantasía Sonhei, tão somente sonhei 1 1.030 06/14/2014 - 18:28 Portuguese
Poesia/Pasión Com a força dos temporais 1 1.146 06/12/2014 - 03:55 Portuguese
Poesia/Amor Fragmento da poesia “Nós” 0 990 06/11/2014 - 05:21 Portuguese