CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Livro Ondulações de Teresa Azevedo já está a venda, adquira já seu exemplar


Onde comprar:
 https://www.clubedeautores.com.br/book/150439--Ondulacoes#.Uxl5ZfldUvc

Revisão dos textos: MBM Texto
Ilustração de capa - Dalva Saudo
Fotografia e orientação geral: Roberto Mercury

SINOPSE 
Você já observou a ondulação das marés? Percebeu que ao passo que uma onda avança, a outra vem atrás e a sobrepõe? Ouviu seu rugido indecifrável, mas incontestavelmente lindo? Compreendeu a existência de sua bela sincronia enquanto uma segue a outra e, juntas, seguem outras até todas formarem o mar, que se junta ao sol no horizonte na mais bela das paisagens?
É esta minha proposta: crescer, fluir, sobrepor, jorrar, misturar e formar a mais bela das paisagens poéticas a ser vislumbrada pelo universo real a ser transformado.
Venha comigo às ONDULAÇÕES

APRESENTAÇÃO: Propondo um ondular a você, leitor
Teresa Azevedo
“Ondulações” é o resultado de um apanhado de minhas poesias e pensamentos mais recentes, e tem como principal objetivo a interação com o leitor. A partir de agora você está convidado não só a ler, mas a inspirar-se e deixar fluir o que existe dentro de você para que, assim, possa externar seus pensamentos, filosofias, críticas e sugestões sobre os temas propostos ou, ainda, falar sobre algo completamente diferente. Se será uma linha, uma página ou muitas páginas eu não sei. Sugiro apenas que não se preocupe com regras ortográficas, estética, letra, conteúdo. Na verdade, proponho que se preocupe com nada. Se sua vontade é de apenas rabiscar o papel, faça. Registre o que quiser no espaço reservado a você após cada poesia. Se quiser criticar ou reclamar, faça-o também. Se quiser escrever de uma carta de amor, um desabafo, um trabalho escolar, um projeto profissional... Não importa. Apenas escreva! Afinal, tudo isto é expressão poética, necessária a um mundo tão conturbado e frio.
A palavra de ordem é ESCREVA!
Tenho certeza de que essa interação lhe fará muito bem. Aproveite! Quase metade deste livro deve ser de sua autoria. Deixe-se navegar no barco do pescador de poesias, sinta a ondulação deste mar lírico, o subir e descer da embarcação rumo à enseada ou a novos horizontes. Sua caneta será o timão e sua mente será a bussola. Escreva sua carta náutica. Permita-se voltar ao ancoradouro quantas vezes for necessário, mas não deixe de usar seu diário de bordo. Tripulante ou passageiro, com redes fartas de peixes ou não, siga sempre em frente. Revele-se através das correntes das águas em uma odisseia de prosa e verso, em insights e metamorfoses. Estou à disposição através do e-mail krika3@gmail.com para compartilharmos nossas aventuras. Topa?

PREFÁCIO
Fábio Renato Villela

Já se disse que são nas esquinas da vida que os grandes tesouros e os amigos mais sinceros e queridos são encontrados.
Eu, por dádiva dos deuses, tive essa felicidade e eis que numa festa inesperada vim conhecer essa mulher-menina que o tempo se encarregou de transformar na irmã que nunca tinha tido, até então.
Agora, com tanto já passado, e tendo tido a oportunidade de conhecer a sua grandeza humana e literária recebo a imensa e honrosa tarefa de prefaciar a mais um de seus belíssimos trabalhos.
Dona de apurada técnica, de rico vocabulário e de extensa cultura e vivência, a querida poeta usa com maestria essas ferramentas que o Mundo lhe empresta para cantar as suas verdades.
E com tais instrumentos, ela fabrica as prosas e os versos fortes, corajosos, ternos, tristes, alegres e sempre autênticos que percorrem as páginas desse volume.
Certamente no mesmo cada qual haverá de se descobrir, pois o que nos conta Teresa é a vida em sua forma mais plena e honesta. E também, certamente, desfrutará a satisfação de adentrar e conhecer o mágico Universo onde transita o talento e a sensibilidade da escritora.
Tereza Azevedo é filha, mãe, esposa, amiga e irmã. E reúne em si as melhores qualidades que um Ser Humano é capaz de ostentar, fazendo com que o ato de lhe conhecer seja uma renovação de esperança na humanidade.

EPÍLOGO

Karen Luciane Cruz Meira

Para nossa  alegria temos de presente lindas poesias escritas por esta autora tão sensível e culta.
Dizem que ler uma obra poética é como beijar uma noiva. Nos desperta o desejo pelo novo , pelo sagrado pelo belo.Tudo junto ,Tudo misturado.
Os recursos utilizados por Tereza vão ao encontro da relação escritor-leitor e nos deixa de legado esta maravilhosa vivencia humana  que Tereza descreve com maestria .É impressionante seu repertório de mistérios , critica e beleza  sobre a condição humana.
E como Tereza mesmo diz de sua Essência:
...que jorra em terra fértil
Jorre em mananciais de plenitude.
Toque-nos a todos oh! indispensável fluxo de vida.
É mais que um convite para os nossos registros.
Merece ainda destaque ,a forma crítica e erudita que acompanha esta edição, evidenciando os cuidados que foi escrita , sobretudo no que tange  à criação poética.
No caso de Tereza Escrever é mais do que fazer historias é celebrar a vida em sua essência!

Submited by

sexta-feira, março 7, 2014 - 07:08

Anúncios :

No votes yet

teresaazevedo

imagem de teresaazevedo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 43 semanas
Membro desde: 09/16/2010
Conteúdos:
Pontos: 608

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of teresaazevedo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Simples assim 0 950 05/25/2018 - 19:42 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 715 05/25/2018 - 19:15 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 817 05/25/2018 - 19:15 Português
Poesia/Geral O êxtase do poeta é a poesia 0 945 11/06/2015 - 10:34 Português
Poesia/Geral Poeta é gente diferente 0 1.103 11/06/2015 - 10:32 Português
Poesia/Geral Nós eremitas 0 931 11/06/2015 - 10:31 Português
Poesia/Geral Ser coletivo 0 1.121 11/05/2015 - 17:08 Português
Poesia/Geral Transcendemos corpos e emoções 0 1.534 11/05/2015 - 17:06 Português
Poesia/Meditação Ondulações 0 973 11/05/2015 - 17:04 Português
Videos/Poesia Projeto Ondulações 2014 0 4.181 11/05/2015 - 07:02 Português
Poesia/Tristeza Batem as asas do adeus 1 1.703 07/29/2014 - 00:08 Português
Poesia/Poetrix Crescer sim, beber não! 1 1.222 07/25/2014 - 23:30 Português
Poesia/Geral Miscelânea poética 1 1.660 07/17/2014 - 22:58 Português
Poesia/Aldravias Aldravia 1 0 1.880 07/17/2014 - 15:36 inglês
Poesia/Geral Tarde, mormaço 1 1.263 07/13/2014 - 22:57 Português
Poesia/Geral Descortine-os 0 1.190 07/12/2014 - 17:42 Português
Poesia/Geral Intocável 0 938 07/12/2014 - 17:01 Português
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.577 07/11/2014 - 03:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.414 07/11/2014 - 03:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos (Poesia coletiva, resultado do primeiro Sarau, produzida através de palavras que cada assistido falou) 0 1.470 06/27/2014 - 18:06 inglês
Poesia/Paixão Casados em cópula 1 1.649 06/18/2014 - 23:12 Português
Poesia/Desilusão Pássaro Errante 1 1.223 06/16/2014 - 02:15 Português
Poesia/Fantasia Sonhei, tão somente sonhei 1 1.057 06/14/2014 - 18:28 Português
Poesia/Paixão Com a força dos temporais 1 1.177 06/12/2014 - 03:55 Português
Poesia/Amor Fragmento da poesia “Nós” 0 1.039 06/11/2014 - 05:21 Português