CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sinópse e Prefácio do Livro Peripécias de Poeta - Teresa Azevedo

Sinopse
“Peripécias de Poeta” nada mais é do que um apanhado de sentimentos e vivências minhas, transcritos em verso e prosa com muita intensidade, como me é peculiar. Esta sua nova viagem ao meu mundo lírico com certeza o reportará às suas próprias experiências e recordações.
“(...) Quisera eu ter tudo.
Mas ao nada, de tudo posso ver:
Romances, sonhos, princesas,
Sapos ou príncipes, até o rei.

Que delícia, malícia, peripécias
Criancices, crendices, choramingo
Rabugices, tristezas, amor.
De tudo um pouco, quem sabe, do nada”

Partindo sempre da premissa que escrevi aos doze anos: no instante em que o espírito se liberta do ontem, inicia-se no hoje e prepara-se para o amanhã, procuro viver cada dia esquecendo-me das mazelas dos anteriores, mas guardando sim, no coração, as lembranças deliciosas de amor e amizade.
Teresa Azevedo

Prefácio
Pluralidade de sentimentos e sensibilidade fazem desabrochar as poesias de Teresa Azevedo como de um jardim de vários matizes de raridade beleza!
Dependendo das emoções, seja como um dia nublado ou estando a autora a sentir-se linda, ou então como na moldura de um arco-íris, de um pólo ao outro... A interação da autora com a poesia é de carícia.
Teresa Azevedo transmite seus fragmentos de alegrias, magias, dores, temores e amores aos leitores, que se encantam na recíproca das emoções. Entro neste mundo e aproveito para também homenagear nossa amada poeta Yvi Brasil.
Conheci Yvi Brasil muito pouco, mas ela me marcou muito. Foi quando fui homenageada pelo Portal do Poeta Brasileiro. Teresa Azevedo, na véspera, anunciou-me de que minhas poesias seriam lidas por uma atriz. Fiquei ansiosa para vê-la e, naquela noite tão importante para mim, conheci a Yvi a declamar para a grande plateia.
Que alegria essa artista proporcionou mim e para tantos outros poetas! Foram sementes de satisfação que Yvi deixou plantadas no planeta Terra.
Yvi está agora em outras paisagens declamando e atuando, na certeza de nos encontrarmos um dia!

Voltando à Teresa... Quando a poesia marca encontro com a autora, é raro momento em que consegue se organizar e, desta forma, maravilhar seus admiradores na musicalidade de seus versos, na diversidade de seus sentimentos, na criatividade poética.
Dos fragmentos... Há a mulher completa, linda, mãe, companheira e amiga, sentindo a dor e alegria de todos como se fossem as delas! Enfim, Tereza Azevedo é uma poeta que é amada pelas amigas (os) na  mesma intensidade.

Dalva Saudo

a venda no Clube de autores: 
https://www.clubedeautores.com.br/book/119635-Peripecias_de_poeta#.UxlsG...

Submited by

sexta-feira, março 7, 2014 - 07:52

Anúncios :

No votes yet

teresaazevedo

imagem de teresaazevedo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 44 semanas
Membro desde: 09/16/2010
Conteúdos:
Pontos: 608

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of teresaazevedo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Simples assim 0 951 05/25/2018 - 20:42 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 717 05/25/2018 - 20:15 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 821 05/25/2018 - 20:15 Português
Poesia/Geral O êxtase do poeta é a poesia 0 956 11/06/2015 - 11:34 Português
Poesia/Geral Poeta é gente diferente 0 1.105 11/06/2015 - 11:32 Português
Poesia/Geral Nós eremitas 0 932 11/06/2015 - 11:31 Português
Poesia/Geral Ser coletivo 0 1.131 11/05/2015 - 18:08 Português
Poesia/Geral Transcendemos corpos e emoções 0 1.536 11/05/2015 - 18:06 Português
Poesia/Meditação Ondulações 0 975 11/05/2015 - 18:04 Português
Videos/Poesia Projeto Ondulações 2014 0 4.189 11/05/2015 - 08:02 Português
Poesia/Tristeza Batem as asas do adeus 1 1.705 07/29/2014 - 01:08 Português
Poesia/Poetrix Crescer sim, beber não! 1 1.225 07/26/2014 - 00:30 Português
Poesia/Geral Miscelânea poética 1 1.661 07/17/2014 - 23:58 Português
Poesia/Aldravias Aldravia 1 0 1.883 07/17/2014 - 16:36 inglês
Poesia/Geral Tarde, mormaço 1 1.267 07/13/2014 - 23:57 Português
Poesia/Geral Descortine-os 0 1.191 07/12/2014 - 18:42 Português
Poesia/Geral Intocável 0 941 07/12/2014 - 18:01 Português
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.579 07/11/2014 - 04:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.416 07/11/2014 - 04:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos (Poesia coletiva, resultado do primeiro Sarau, produzida através de palavras que cada assistido falou) 0 1.476 06/27/2014 - 19:06 inglês
Poesia/Paixão Casados em cópula 1 1.657 06/19/2014 - 00:12 Português
Poesia/Desilusão Pássaro Errante 1 1.225 06/16/2014 - 03:15 Português
Poesia/Fantasia Sonhei, tão somente sonhei 1 1.059 06/14/2014 - 19:28 Português
Poesia/Paixão Com a força dos temporais 1 1.181 06/12/2014 - 04:55 Português
Poesia/Amor Fragmento da poesia “Nós” 0 1.044 06/11/2014 - 06:21 Português