CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Amores e corações partidos.

"O amor
A vida,
Um sonho...
Um coração inteiro
Divido por duvidas,
Que pairam no ar".

 

De todos os amores vividos de forma visceral, os que foram folhados em paginas de livros e apenas estes, não deixaram seu coração amargo. Não deixaram seus lábios secos, ficando apenas uma sensação de provocação, instinto de um pobre coração pulsante, a espera de algo a mais, que suas pernas fiquem bambas e suas mãos, tremulas.

Do sol que cortava sua pele, ao entrar pela janela, cedendo uma pitada poética ao seu quarto, levemente desorganizado, mas ainda assim confortável, como seu coração... Revirado, mas a espera de confortar um novo amor.

Musicas incessantes, que insistem em lhe ensinar que lá fora e em cada esquina existe vida, vendida em pequenas bancas, estendidas em cordas, como ofertas de jornais. Basta ter coragem suficiente de pagar o seu preço, um pouco de sorrisos, algumas lagrimas, em algum momento amores e corações partidos.

E dentro de si, bate de forma violenta a duvida:
E depois? O que será de mim?
O que resta depois do prazer, do sexo e da dor?
E seu silencio de forma simples e caótica responde:
Será o que tiver der ser e se assim tiver o direito de viver.

O mundo conspira contra você, que se quer abriu a porta do quarto. Respirou ar novo, soltou o velho por entre as lembranças, buscou novas palavras... Esperança vendida em pequenos frascos, leves e rasos, oriundos de alguma parte do velho mundo.

A insanidade do relógio insiste no passar das horas, o tempo para algumas memórias soa como castigo e você prefere trancar em algum canto escuro da história. Seus pés tocam o chão, puxando o peso do seu corpo para a realidade confusa, que brinca com sua vida sem parar.

Você deseja tornar a deitar, viver sem o gosto da boca seca, sem precisar cobiçar, mas a vida que bate em sua porta, insiste, persiste em lhe chamar, tentando lhe iludir de que seus olhos irão se encantar, quando novamente e mesmo perdida, você tornar a amar.

Submited by

sexta-feira, junho 20, 2014 - 15:52

Críticas :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 3 dias
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2916

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação [Teias] 0 72 03/16/2020 - 14:24 Português
Poesia/Pensamentos [As vozes] 0 130 02/12/2020 - 19:15 Português
Poesia/Meditação [Vento] 0 72 02/10/2020 - 14:13 Português
Poesia/Pensamentos [Queda] 0 222 01/23/2020 - 20:15 Português
Poesia/Amor [Invisíveis] 0 104 01/06/2020 - 18:06 Português
Poesia/Meditação [Casas invisíveis] 0 250 12/13/2019 - 17:59 Português
Poesia/Meditação [PÓ] 0 166 12/09/2019 - 15:01 Português
Poesia/Pensamentos [A hora mais escura] 0 287 09/27/2019 - 18:59 Português
Poesia/Pensamentos [Urubus] 1 506 09/27/2019 - 13:24 Português
Poesia/Pensamentos [Fantasma] 0 242 09/19/2019 - 21:31 Português
Poesia/Amor [Teus lábios] 0 420 08/15/2019 - 15:01 Português
Poesia/Meditação [Á deriva] 0 840 05/08/2019 - 15:29 Português
Poesia/Meditação [Vazios] 0 954 04/03/2019 - 21:00 Português
Poesia/Meditação [Círculos] 0 1.180 03/12/2019 - 17:34 Português
Poesia/Meditação [Mundo] 0 869 12/07/2018 - 20:47 Português
Poesia/Meditação [Curtido] 0 1.186 11/26/2018 - 20:20 Português
Poesia/Meditação [Caminhar] 0 773 11/21/2018 - 14:21 Português
Críticas/Outros [A filosofia do povo] 0 1.303 10/30/2018 - 14:13 Português
Poesia/Meditação [Morto] 0 1.391 10/25/2018 - 19:56 Português
Poesia/Meditação [Novos velhos] 0 803 10/24/2018 - 14:52 Português
Poesia/Meditação [Preço] 0 647 10/23/2018 - 15:12 Português
Poesia/Meditação [Destempero] 0 741 10/05/2018 - 21:19 Português
Poesia/Meditação [Brasília] 0 747 08/03/2018 - 20:28 Português
Poesia/Meditação [Enlatado] 0 2.293 07/24/2018 - 15:13 Português
Poesia/Meditação [Malandro] 0 875 07/19/2018 - 15:11 Português