CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Falta de Pontualidade

Que falta de pontualidade a tua Morte.
Nos tantos mexericos que dissemos mal e mal
da vida, disseste-me que quando eu
precisasse de ti não te atrasarias como
tudo se atrasa na vida, tudo que é bom, obviamente.
Nessa altura parecias-me uma Morte séria.
Uma Morte em que qualquer tecido vivo pode confiar.
Desde aí que te trago no bolso das calças
como forma de ameaça à vida.
Para que a vida saiba que não tem o monopolio,
que afinal todo o tecido vivo tem alternativa.
Hoje desapontaste-me Morte.
Quando a corda em minha garganta
esticou até ao varão onde a prendi,
logo após o meu pé direito ter deitado
abaixo o banco que me prendia a esta
vida cheia de defeitos que tanta vez
eu tu falámos Morte.
Onde estavas tu morte?
Onde estava a tua pontualidade que me vendeste
pelo preço da minha triste vida
antes de aparecer aquele alguém que me
levantou e pôs-me de novo em cima do banco?
E agora Morte?
Pelo teu atraso cá continuo eu
com cordas bancos e gargantas até que o meu
pé direito tenha novamente um reflexo involuntario.
Pois nem o cérebro nem o coração têm autoridade
para tal ordem.

Carlos  Cabecinha
 

Submited by

segunda-feira, fevereiro 21, 2011 - 12:41

Ministério da Poesia :

No votes yet

Outro

imagem de Outro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 4 semanas
Membro desde: 03/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 884

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Outro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Ao volante do Chevrolet pela estrada de Sintra- Álvaro de Campos -Poema Pintado- Paint sobre Paint 0 1.243 01/17/2018 - 21:11 Português
Poesia/Geral O Astro Rei 0 1.248 01/14/2018 - 16:14 Português
Poesia/Geral Imagina lá tu... 0 1.960 01/14/2018 - 15:54 Português
Poesia/Geral Alfanumérico 0 1.551 01/13/2018 - 12:56 Português
Poesia/Geral Raízes 0 942 01/11/2018 - 17:45 Português
Poesia/Geral Inteligência Artificial 0 1.162 01/07/2018 - 18:32 Português
Poesia/Geral Canção ás Minhas 3 Meninas 0 1.010 01/02/2018 - 10:13 Português
Poesia/Geral contemplamento 0 986 01/01/2018 - 16:27 Português
Poesia/Amor Livros 0 1.342 12/15/2017 - 15:06 Português
Poesia/Geral As Grandes Guerras 2 1.875 07/27/2011 - 13:36 Português
Poesia/Geral Patetice 4 1.882 07/27/2011 - 13:17 Português
Poesia/Geral Palavras Caídas 0 1.751 07/27/2011 - 12:45 Português
Poesia/Geral Palavreados 0 1.600 07/05/2011 - 12:23 Português
Poesia/Geral Hermético 0 3.061 06/19/2011 - 21:54 Português
Poesia/Geral Sinapse em Tilt 0 2.758 06/05/2011 - 10:57 Português
Poesia/Geral Convite Para Lançamento de Livro 0 2.917 05/18/2011 - 17:38 Português
Poesia/Geral Não Tenho Titulo Para Isto 13 2.330 04/27/2011 - 14:23 Português
Poesia/Geral Os Encalhados 4 2.785 04/27/2011 - 08:17 Português
Poesia/Geral Silêncios 4 1.770 04/17/2011 - 22:44 Português
Poesia/Geral Escrito Por Todos Nós 0 2.272 03/17/2011 - 15:45 Português
Poesia/Geral In Perfeição 3 1.396 03/15/2011 - 21:50 Português
Poesia/Geral Valium 1 2.504 03/12/2011 - 23:44 Português
Poesia/Geral "Tu" 0 2.111 03/12/2011 - 15:37 Português
Poesia/Geral "Porque a Galinha Atravessa a Estrada?" 0 2.017 03/12/2011 - 14:53 Português
Poesia/Geral "Eu" 1 1.713 03/10/2011 - 23:51 Português