CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ao mar

aos olhos teus, quando marés,
os meus se desfazem, areia;
quando chegam à maré cheia,
fazem água ao molhar os pés.
basta que me sigam, apenas,
as marés aos meus pés tristes;
talvez mãos ganhassem penas
e se erguessem asas em riste.
então, olhos e asas molhadas,
irei sem saber pra onde vôo;

descobrirei a penas acidentadas
o quanto custa saber quem sou.

Submited by

sexta-feira, março 1, 2013 - 08:25

Poesia :

No votes yet

Caio

imagem de Caio
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 6 semanas
Membro desde: 03/01/2013
Conteúdos:
Pontos: 18

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Caio

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Cartas parcialmente 0 577 03/01/2013 - 08:32 Português
Poesia/Canção ao mar 0 286 03/01/2013 - 08:25 Português
Poesia/Canção canção 0 237 03/01/2013 - 08:23 Português
Poesia/Canção acalanto 0 327 03/01/2013 - 08:22 Português