CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A benção das folhas

Ventania em setembro,
atravesso a rua Vilela,
de súbito, paro admirado
interrompo a correria
pra tomar o coletivo.

Folhas soltas espalham-se
precipitam-se nas calçadas
feito bençãos sobre as cabeças
e alegremente dançando soltam-se
do abrigo acolhedor dos galhos

Folhas soltas desnudam
o ventre dos arbustos
sardacentas, amarelas,
brindam a chegada da primavera
como surfistas desafiando as ondas.

Folhas soltas parecem
pássaros sem asas, planadores
sonhos de mudanças, visionários
de uma natureza que pede socorro
ante o ritmo destruidor do "progresso"

Folhas soltas repousam
no chão das calçadas nuas,
juntam-se às flores dos ipês,
em belos e inusitados arranjos
como se fossem tapetes coloridos,

Folhas soltas revelam
o magnífico ciclo de evolução
de todas as espécies, "la belle epoque"
no lento processo de amadurecimento
pétalas, flores são como nossa pele

Folhas soltas abençoem
estes seres passantes,
prisioneiros das mesmas passadas,
de tão céleres, sem pausas,
sequer observam estas maravilhas.

AjAraujo, o poeta humanista, escrito em 13-Set-2012.

Submited by

sábado, setembro 22, 2012 - 14:29

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 3 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15585

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 549 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 488 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 501 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 631 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 633 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 609 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 1.636 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.000 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.076 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 743 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.247 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.272 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.339 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 1.370 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 2.070 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.325 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 1.644 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 2.443 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.455 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.249 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 2.844 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 1.953 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 1.956 07/03/2014 - 03:05 Português
Poesia/Intervenção A uma mendiga ruiva (Charles Baudelaire) 0 3.663 07/03/2014 - 02:55 Português
Poesia/Intervenção Coração avariado 1 1.509 06/25/2014 - 03:09 Português