CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

[Brasília]

Brasília é uma ilha
Cercada por uma mar de indigentes.

Por moribundos escravos...
Calados, invisíveis acorrentados
Aos impostos do estado.

Mão de obra barata
Para enriquecer paletós,
Sem caráter e gravatas importadas.

Brasília fica fora do mapa
Porque no brasil de verdade
A miséria faz escola.

E na escola da vida
Só o número de votos importa.

Enquanto a Receita
Fiscaliza seus gastos,
E fecha os olhos
Para os poderosos.

O congresso é um reino
Aonde o luxo e a falta de vergonha,
Não faz diferença em meio
A tanta gente bacana.

No bacanal da realeza
Ri, quem fode o povo...
Toda a semana.

A velha política,
E a nova política...
Tem o mesmo sobrenome
Correm nas veias o mesmo sangue.

É terra da justiça com preço
E a liberdade é moeda de troca,
Entre ministros preocupados
Com o valor da próprio toga.

Brasília não cabe no jornal
É tanta gente corrupta,
Que marca com rastro de lama...
O eixo monumental.

Os lacaios do Brasil
Sucumbem a Brasília!

Enquanto artistas e pensadores
Brincam de engajamento político,
O dinheiro vai pelo ralo...
Sem se importar com corpos,
Em hospitais quebrados.

Porque o que importa
É a verba da propaganda,
Propina pra fechar os olhos
Patrocínio pra moldar mentes!
Manchetes de revistas,
Polêmicas da semana.

Pablo Danielli

Submited by

sexta-feira, agosto 3, 2018 - 20:28

Poesia :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 5 dias
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2926

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão [Negra] 0 75 05/22/2020 - 18:23 Português
Poesia/Meditação [Pulsar] 0 138 04/30/2020 - 19:43 Português
Poesia/Meditação [Teias] 0 300 03/16/2020 - 14:24 Português
Poesia/Pensamentos [As vozes] 0 354 02/12/2020 - 19:15 Português
Poesia/Meditação [Vento] 0 176 02/10/2020 - 14:13 Português
Poesia/Pensamentos [Queda] 0 418 01/23/2020 - 20:15 Português
Poesia/Amor [Invisíveis] 0 232 01/06/2020 - 18:06 Português
Poesia/Meditação [Casas invisíveis] 0 377 12/13/2019 - 17:59 Português
Poesia/Meditação [PÓ] 0 268 12/09/2019 - 15:01 Português
Poesia/Pensamentos [A hora mais escura] 0 472 09/27/2019 - 18:59 Português
Poesia/Pensamentos [Urubus] 1 641 09/27/2019 - 13:24 Português
Poesia/Pensamentos [Fantasma] 0 350 09/19/2019 - 21:31 Português
Poesia/Amor [Teus lábios] 0 563 08/15/2019 - 15:01 Português
Poesia/Meditação [Á deriva] 0 1.042 05/08/2019 - 15:29 Português
Poesia/Meditação [Vazios] 0 1.215 04/03/2019 - 21:00 Português
Poesia/Meditação [Círculos] 0 1.385 03/12/2019 - 17:34 Português
Poesia/Meditação [Mundo] 0 1.167 12/07/2018 - 20:47 Português
Poesia/Meditação [Curtido] 0 1.429 11/26/2018 - 20:20 Português
Poesia/Meditação [Caminhar] 0 935 11/21/2018 - 14:21 Português
Críticas/Outros [A filosofia do povo] 0 1.754 10/30/2018 - 14:13 Português
Poesia/Meditação [Morto] 0 1.614 10/25/2018 - 19:56 Português
Poesia/Meditação [Novos velhos] 0 1.042 10/24/2018 - 14:52 Português
Poesia/Meditação [Preço] 0 756 10/23/2018 - 15:12 Português
Poesia/Meditação [Destempero] 0 934 10/05/2018 - 21:19 Português
Poesia/Meditação [Brasília] 0 919 08/03/2018 - 20:28 Português