CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CAIXÃO

Tudo o que era belo
é um espinho cravado
nos meus olhos,
são lágrimas tumultuosas,
serpentes pegajosas,
febre que maltrata
as minhas reacções racionais.

As minhas visões
são vozes cegas,
são o forro de um caixão,
rendado de esperança rota.

O meu caminho é escuro,
é uma avenida de agonia,
é poesia fria,
escrita por espectros
que choram no luto do meu sorrir.

O meu pecado é perdoar-me,
já não sei quem sou,
não inocento as sombras
lapidadas nas minhas mãos.

Submited by

domingo, junho 14, 2009 - 01:34

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 30 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de meninadorio

Re: CAIXÃO

Macabro; como é um caixão, mesmo forrado de rendas...

imagem de Patty

Re: CAIXÃO

"Tudo o que era belo
é um espinho cravado
nos meus olhos,
são lágrimas tumultuosas,"
Apesar de triste está muito bom.
bjs

imagem de mariamateus

Re: CAIXÃO

As minhas visões
são vozes cegas,
são o forro de um caixão,
rendado de esperança rota.

Espetacular!!!

Triste, mas lindo
Prabéns meu poeta!!

Beijinho :-)

imagem de Poetaminas

Re: CAIXÃO

Estas são as dolorosas vozes que penetram na alma quando há um sofrimento muito grande.
Tente perdoar-se, se achar que deve, e perdoar quem lhe causou sofrimento também. Temos uma tendência muito forte a entregar todas as nossas expectativas a uma pessoa e sobrecarregá-la com coisas para as quais não está preparada. Isto nos deixa extremamente decepcionados e o coração dói muito.
Leia meu poema, PERDOA-ME. Creio que já está postado aqui.
Muito lindo e triste seu poema. beijos

imagem de angelalugo

Re: CAIXÃO p/ Henrique

Olá caro amigo Henrique

A vida é assim repleta de sonhos e
ilusões o que ocorre é que sempre
ou as vezes os sonhos se tornam
pesadelos e a ilusão em desilusão

Mesmo cercado de tristeza está um belo
poema;;;
Parabéns!

Beijinhos no coração

imagem de marialds

Re: CAIXÃO

"são lágrimas tumultuosas,
serpentes pegajosas,
febre que maltrata
as minhas reacções racionais"
Gostei muito, mas como teriamos a ilusão, o sonho se não exitisse a desilusão.
Parabens.

imagem de Danielagomes

Re: CAIXÃO

Triste mas belo!
São desses momentos as vezes felizes
as vezes de desilusão ,que nossa vida é regada,
aproveitamos de cada um a inspiração que brota na alma do poeta,transformando e imortalizando todos em uma bela obra de arte como esta tua.
Gostei imenso!
Bjos :-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 36.165 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.299 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 1.935 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 1.937 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.723 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 1.459 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 1.536 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.504 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 2.064 01/30/2015 - 23:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.622 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 1.918 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 1.229 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.414 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 1.388 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 1.497 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.680 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.377 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.376 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 1.573 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.292 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.274 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.143 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.249 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.566 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.420 01/16/2015 - 20:47 Português