CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Caminho da Memória

" memória vem do Latim* . . .

Em que bueiro cairá,
essa grossa torrente
de água de enchente,
que arrasta coisa, bicho e gente?

Arrasta até o que se sente . . .

Onde parou aquele desejo premente
que se sentiu pelo corpo na lingerie transparente?
Que fim terá levado aquele amor, agora ausente
(e pensar que já foi tão ardente . . .)

Nem gerânios sobraram. Tampouco outra semente.

. . . e para onde irá?"

Inspirado na poética de Cesar Cardoso.

Submited by

quarta-feira, julho 22, 2009 - 02:39

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 4 anos 3 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Caminho da Memória

fabiovillela!

Gostei,meus parabéns!

Arrasta até o que se sente . . .

Onde parou aquele desejo premente
que se sentiu pelo corpo na lingerie transparente?
Que fim terá levado aquele amor, agora ausente
(e pensar que já foi tão ardente . . .)

Nem gerânios sobraram. Tampouco outra semente.

. . . e para onde irá?"

imagem de IsabelPinto

Re: Caminho da Memória

Boa inspiração
Boa poesia
Bjs
IC

imagem de Mpiosso-ye-kongo

Re: Caminho da Memória

lindo poema.

Adorei

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Prosas/Outros Arne NAESS - Filósofos Modernos e Contemporâneos 0 1.665 06/27/2012 - 11:32 Português
Poesia/Fantasia Rex Tirano Candidato 0 1.328 09/18/2010 - 22:40 Português
Prosas/Outros Filosofia Moderna e Contemporânea - ORTEGA y GASSET, José - o Livre-Arbítrio - Eu sou eu e as minhas circunstâncias. 0 1.642 05/22/2012 - 22:25 Português
Poesia/Amor Laços e Fitas 0 995 05/16/2013 - 19:28 Português
Poesia/Geral 21 de Brasil 0 871 04/21/2013 - 15:14 Português
Poesia/Dedicado Lusos Poetas 0 1.275 11/17/2010 - 22:42 Português
Poesia/Geral Por quem 0 1.679 11/17/2010 - 22:42 Português
Poesia/Amor Ceia 0 1.609 11/17/2010 - 22:43 Português
Poesia/Geral Escritas 0 1.326 11/17/2010 - 22:46 Português
Poesia/Soneto Soneto Leve 0 2.151 11/17/2010 - 22:46 Português
Poesia/Amor Brilho 0 2.174 11/17/2010 - 22:46 Português
Poesia/Amor O Tarô e o Amor 0 775 11/17/2010 - 22:46 Português
Poesia/Geral Que 0 2.542 07/23/2009 - 20:35 Português
Poesia/Tristeza Febre 0 1.965 11/17/2010 - 22:50 Português
Poesia/Geral Faça-se 0 4.511 11/17/2010 - 22:50 Português
Poesia/Geral Canário 0 806 11/17/2010 - 22:50 Português
Poesia/Geral Indigências 0 1.146 11/17/2010 - 22:51 Português
Poesia/Tristeza Hotéis 0 1.601 11/17/2010 - 22:53 Português
Poesia/Aforismo Cultivar 0 1.415 11/17/2010 - 22:54 Português
Poesia/Tristeza Morfina 0 1.215 11/17/2010 - 22:54 Português
Poesia/Amor Corpos 0 1.020 08/27/2009 - 04:15 Português
Poesia/Geral Intervalo e Avenida 0 742 05/30/2013 - 15:56 Português
Poesia/Geral O Sol e a Sereia 0 1.321 11/17/2010 - 22:54 Português
Poesia/Geral Cultura de Almanaque 0 1.296 11/17/2010 - 22:58 Português
Prosas/Outros Schopenhauer e o Idealismo Alemão - O Suicidio - Parte VIII 0 1.709 06/30/2014 - 20:53 Português