CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Cinza

É tal o cinza que as cores amortece,
De neutralidades amalgamado
Que sendo aos gritos ou sendo calado
Nada diria inda que tudo dissesse.

Um mundo em preto e branco mergulhado,
Imundo, onde nada murcha nem cresce:
Tardo a subir tal o sol que logo desce
Como se nunca houvesse ali brilhado,

Sobre um solo cor de cinzas altruísta
E mesmo assim de ajudar incapaz:
De que me vale ser tido um artista

Se mesmo não sendo avesso a paz
A dualidade gera o pessimista
Que ante a tudo crê ser o que não faz?!
08 de dezembro de 2012 – 21h 11min
João Pessoa  -  Paraíba  -  Brasil

Adolfo J. de Lima

Submited by

domingo, dezembro 9, 2012 - 01:19

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

Adolfo

imagem de Adolfo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 2 horas
Membro desde: 05/12/2011
Conteúdos:
Pontos: 3573

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Adolfo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto O bem (que) teria ficado para trás 2 983 03/26/2013 - 18:24 Português
Poesia/Soneto Tão mal, feito raro, querendo esquecer 2 2.254 03/26/2013 - 00:39 Português
Poesia/Soneto Revisão de princípios – A esmo nada além de si mesmo 4 1.450 03/19/2013 - 20:58 Português
Poesia/Pensamentos Rainha de copas 2 2.162 02/26/2013 - 21:55 Português
Poesia/Soneto Bárbara Barbara 0 1.988 02/14/2013 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos inSônia 0 1.437 02/14/2013 - 00:03 Português
Poesia/Soneto Mikaella II 0 809 02/08/2013 - 17:47 Português
Poesia/Erótico Três Marias 0 1.497 02/05/2013 - 18:50 Português
Poesia/Dedicado Elogios 0 1.338 02/04/2013 - 17:07 Português
Poesia/Soneto Vodca 0 1.310 02/01/2013 - 17:02 Português
Poesia/Soneto Medo das trevas 2 1.655 01/30/2013 - 23:43 Português
Poesia/Soneto Princípio da revisão de princípios 0 793 01/29/2013 - 16:08 Português
Poesia/Tristeza Suspende in the deep 0 950 01/28/2013 - 20:34 Português
Poesia/Soneto Espiritualidade de um fracasso 0 984 01/28/2013 - 20:16 Português
Poesia/Erótico A Barbara Sá e Natália Melo 2 767 01/28/2013 - 20:09 Português
Poesia/Geral Capitães 0 451 01/24/2013 - 23:39 Português
Poesia/Dedicado Aurino 2 546 01/23/2013 - 17:20 Português
Poesia/Soneto Lágrimas de orvalho 0 582 01/14/2013 - 20:06 Português
Poesia/Dedicado Mikaella 0 675 01/10/2013 - 12:18 Português
Poesia/Desilusão Quis 2 704 01/08/2013 - 20:41 Português
Poesia/Soneto Meu Parnaso 0 619 01/08/2013 - 17:24 Português
Poesia/Soneto Oração de uma vítima que faz outra 2 568 01/05/2013 - 21:58 Português
Poesia/Soneto Familiar o estranho efeito que eu causo 0 548 12/31/2012 - 14:28 Português
Poesia/Soneto Se o nosso merecido reconhecimento 0 596 12/31/2012 - 14:21 Português
Poesia/Soneto Que será de mim? 0 459 12/31/2012 - 14:12 Português