CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Contigo eu sou mais forte e tu bem sabes...

Proteges-me e me perco de mim mesmo
e a esmo tento achar velho caminho...
Soturno não mais sou, mas não renego
os dias que, sem Sol, foram mais frios
e eu quase despenquei do meu abismo...

Procuro um novo tom, nova canção,
que faça eu me lembrar daquelas pedras
que vinham num rolar muito excitante
perante a minha face embevecida...

Querida! Tu bem sabes: és refúgio!
Regaço que me aquece e me adormece...
Assim, tão protetora, me dás força!

Parece que sem ti já não há vida
e os beijos que não sinto me sufocam...

Quisera esse monóstico trazer-te...

Lá fora a chuva força um aconchego
e o medo é bom parceiro. Ele me alerta!

Quem salva tem dever de manter vivo!
Não temas ser chantagem, mesmo sendo,
pois rendo o meu querer ao teu dispor...

Por que não desejar os meus carinhos,
se alinho esse meu tato à tua derme
e, inerme, tu tens mais porção de gozo,
enquanto a minha tez mais te deseja?

Vem cá me proteger da tua ausência
e deixa esse meu rio banhar teu istmo
até que seja tarde para o vento
que tenta separar flecha e aljava
que ficam mais bonitas quando juntas...

Contigo eu sou mais forte e tu bem sabes...

Desarmas meus silêncios. Vale a pena!
Serena, não atinas pras planícies
que foram as montanhas perigosas
das quais eu me lançava feito um louco
pra ver a cor carmim do frágil sangue...

Corri molhado em meio a tempestades
e tarde me peguei lavando a alma
sem calma, sem prelúdio para a morte
que tanto desejei, mas me salvaste...

Que queres para não partir de novo?
Renovo essa questão porque me apraz
a paz que só desfruto no teu seio...

Agora eu só apelo com sorriso,
pois siso já não tenho: sou teu, sabes...

Quisera esse monóstico trazer-te...

Muralha que não deixa a solidão
ver vão aberto para me invadir...

Querida juntos nós somos alarde!
Recordas de teu grito sem receio
ao ir comigo além de Shangrilá?

É lindo ver-te forte amazona
sem brida e num frenético trotar
por sobre o eu, corcel resfolegante,
perante o teu domínio, minha dona!

Não quero me livrar dessas catenas
Meus pulsos têm as tuas digitais
deixadas ao pedir por meus afagos
nos pomos, montes que olham para o céu
e fazem meu deleite... Como os amo!

Contigo eu sou mais forte e tu bem sabes...

Submited by

sexta-feira, agosto 10, 2018 - 22:25

Poesia :

No votes yet

RONALDO RHUSSO

imagem de RONALDO RHUSSO
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 dias 13 horas
Membro desde: 12/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 265

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of RONALDO RHUSSO

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Acrósticos Claudete Gomes 1 40 06/16/2021 - 14:58 Português
Poesia/Geral DESCANSA, MEU PEITO, DESCANSA!!! 0 12 06/11/2021 - 22:31 inglês
Poesia/Acrósticos BOLSONARO GENOCIDA!!! 0 44 05/29/2021 - 20:25 Português
Poesia/Acrósticos FORA GENOCIDA!!! 0 38 05/29/2021 - 20:22 Português
Poesia/Soneto Mamãe 0 254 07/05/2020 - 19:25 Português
Poesia/Aniversários Parabéns Vivi!! 0 553 04/07/2020 - 13:31 Português
Prosas/Contos Engodo do capitão... 0 503 02/10/2020 - 22:12 Português
Poesia/Intervenção NEM SÁBIO, NEM SABIÁ - RESENHA ACERCA DO BOM LIVRO DE ESTRÉIA DO MARCOS FLÁVIO 0 720 02/25/2019 - 02:15 Português
Poesia/Intervenção Canção dos Bolsominions... 0 1.173 12/23/2018 - 16:23 Português
Poesia/Amor Contigo eu sou mais forte e tu bem sabes... 0 818 08/10/2018 - 22:25 Português
Poesia/Dedicado DIA DOS PAIS 0 1.005 08/10/2018 - 22:22 Português
Poesia/Dedicado À Setúbal 0 619 01/27/2018 - 15:51 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Meu pedido de desculpas... (por Marcelo Treze) 0 996 10/09/2014 - 02:00 Português
Ministério da Poesia/Soneto Vida Urbana... 1 1.103 06/10/2014 - 19:06 Português
Ministério da Poesia/Soneto Bilderberg 911 X Planeta 0 0 1.192 03/26/2014 - 09:20 Português
Ministério da Poesia/Soneto Dá nada, não... 0 897 10/19/2013 - 14:44 Português
Poesia/Amor Que estranho! 0 905 10/19/2013 - 14:43 Português
Poesia/Meditação O que? 0 1.013 10/19/2013 - 14:42 Português
Poesia/Amor Catacrese... 0 1.519 10/19/2013 - 14:41 Português
Ministério da Poesia/Intervenção POPULISMO OU CAPITALISMO? 0 972 10/19/2013 - 14:39 Português
Prosas/Tristeza FIBROMIALGIA... VOCÊ SABE O QUE É? 0 1.019 05/28/2013 - 14:17 Português
Críticas/Outros GLS... E os meus direitos humanos? 0 1.412 03/16/2013 - 22:07 Português
Ministério da Poesia/Soneto Que feio! 0 911 12/01/2012 - 01:18 Português
Ministério da Poesia/Soneto Consegui? 0 932 12/01/2012 - 01:17 Português
Ministério da Poesia/Soneto Mas e daí? 0 834 12/01/2012 - 01:16 Português