CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

cotovia. Formas de vida num espaço. palavras inventadas com o meu significado.

Pensaste em fechar os olhos. Dormir dessa realidade. Pensaste na rotatividade da vida e tu no meio dela. As coisas derivam do querer ou a sorte plantada e os seus precedentes.
Pensaste nesta corrida contra o tempo. No que fazer para acudir e sacudir esse temperamento enfiado na cabeça. Pensaste na sabedoria acrescentada que te entra todos os dias pela porta adentro. E a relatividade das cores pintadas no teu espaço forrado pelo teu incerto.
As passadas dessa coisa agreste, à deriva das imagens. Passagem e alternância entre tudo e o seu contrário.
Pensaste recuperar desde o acto da nascença. Pensaste que somente o ser humano se capacita a isso. Nas mensuráveis coisas que disfrutam, o paladar que pensa, o olhar que sente, o som que se abraça e reproduz.
Pensaste na alegoria desse teu ser. E no grito literal de tuas palavras. Pensaste que não era aquilo que querias dizer. Mas disseste. No teu azo discriminado pelas tuas escolhas ficou-se sem te entender. E essa guisa de enfrentar o mundo a chover só dá para ficar molhado.

Soubesses que nada se perdeu ao longo da história. Ficaste para trás nessa tolice comedida apresentada em tantos anos. Soubesses que viraste ruína mesmo antes de morrer. Soubesses a diferença entre estar vivo ou viver. Talvez não pensasses tanto.

Submited by

terça-feira, setembro 3, 2019 - 16:29

Poesia :

No votes yet

Anaamorim

imagem de Anaamorim
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 4 dias
Membro desde: 03/21/2012
Conteúdos:
Pontos: 787

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Anaamorim

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral tempos 0 63 01/06/2020 - 23:30 Português
Poesia/Geral muda 0 101 12/28/2019 - 20:23 Português
Poesia/Geral contratempo 0 75 12/27/2019 - 13:04 Português
Poesia/Geral já fui 0 157 12/05/2019 - 19:32 Português
Poesia/Geral aLimite 0 132 11/16/2019 - 04:37 Português
Poesia/Geral passados 0 173 10/29/2019 - 13:39 Português
Poesia/Geral brechas do silencio 1 857 10/22/2019 - 10:08 Português
Poesia/Geral escrever-te 1 220 10/22/2019 - 10:08 Português
Poesia/Geral overthink 0 215 09/30/2019 - 01:15 inglês
Poesia/Geral livre 0 155 09/22/2019 - 02:08 Português
Poesia/Geral ida 0 172 09/12/2019 - 03:05 Português
Poesia/Geral insonia 0 186 09/05/2019 - 15:00 Português
Poesia/Geral Três passos. 0 189 09/04/2019 - 02:39 Português
Poesia/Geral cotovia. Formas de vida num espaço. palavras inventadas com o meu significado. 0 214 09/03/2019 - 16:29 Português
Poesia/Geral Entre um ponto e o outro. 0 347 08/29/2019 - 15:44 Português
Poesia/Geral Não sou ninguém 0 179 08/27/2019 - 13:09 Português
Poesia/Geral perdas 0 220 08/26/2019 - 01:17 Português
Poesia/Geral Paredes 1 425 08/22/2019 - 12:15 Português
Poesia/Geral raizes 0 230 08/15/2019 - 13:16 Português
Poesia/Geral Cascalho 0 200 08/07/2019 - 15:16 Português
Poesia/Geral acordar 1 302 08/06/2019 - 12:42 Português
Poesia/Geral Tarde 0 183 07/27/2019 - 03:18 Português
Poesia/Geral Vasos partidos 0 234 07/24/2019 - 13:23 Português
Poesia/Geral Feira 0 329 07/13/2019 - 11:58 Português
Poesia/Geral Reflexão 0 857 07/12/2019 - 13:05 Português