CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Via-Crucis: Parte I

Via Crucis - Via Dolorosa: Introdução

As 15 estações da Via Crucis
representam os episódios mais tocantes,
que marcaram a Paixão e Morte
de Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus.

Esta tradição tem origem franciscana
e reproduz a "Via Dolorosa", ou seja,
o percurso feito por Jesus desde o tribunal
de Pilatos até o Calvário, em Jerusalém.

Desde a sua criação, no século XV,
a Via Crucis sofreu mudanças ao longo do tempo,
mas a sua forma final, catorze episódios,
foi finalmente fixada pelos papas Clemente XII,
em 1731, e Bento XIV, em 1742.

O ritual feito por peregrinos há mais de 500 anos, consiste em percorrer,
assim como Jesus, as 15 estações que recriam os momentos desde
a sua condenação à morte até o seu enterro,
parando em cada estação para meditar ou rezar.

Muito mais significativo do que saber se
realmente a Via Crucis aconteceu como hoje
a conhecemos, é tentar compreender o inesgotável
manancial escondido por trás de seus símbolos.

As Estações: Primeira à Sétima

1a. Estação: Jesus é condenado à morte.

Pilatos manda vir água
e lava as mãos diante
da multidão impaciente
e assim se declara:

"Estou inocente do sangue deste homem,
A responsabilidade agora é do povo".
Depois de mandar açoitar Jesus,
entregou-o para ser crucificado.

2a. Estação: Jesus carrega sua cruz.

Jesus recebe sobre seus ombros
a pesada cruz de madeira
e se dirige ao Calvário!

A Cruz simboliza
um antigo instrumento de suplício,
usado para executar os condenados à morte.

3a. Estação - Jesus cai pela primeira vez.

Jesus caminha cansado e abatido
sob o peso da cruz.
Seu corpo está coberto de sangue,
suas forças esmorecem e ele cai.

Com chicotes, os soldados que o escoltavam
o forçam a se levantar.

4a. Estação - Jesus encontra Maria, sua mãe.

Mãe e filho se abraçam em meio à dor
Eles tudo partilharam até a cruz.
Sua união era tão intimamente perfeita,
que não tinham necessidade de falar,
pois a única expressão residia nos seus corações.

5a. Estação - Jesus recebe ajuda de Simão para carregar a cruz.

Na verdade, Simão de Cireneu
foi obrigado a carregar a cruz.
Ele vinha passando, quando recebeu
dos soldados a ordem de ajudar.
Jesus tinha que ficar vivo até a crucifixão.

6a. Estação: Verônica enxuga a face de Jesus.

Uma mulher que assistia à passagem de Jesus decide limpar a sua face tingida de sangue.
O pano usado por Verônica teria ficado gravado com a imagem do rosto de Cristo.

7a. Estação: Jesus cai pela segunda vez.

Jesus sabia que iria enfrentar um cruel sofrimento. Seu espírito estava preparado,
mas seu corpo estava cansado e abatido.
Ele caminhava com dificuldade
e mais uma vez tropeçou e caiu.

AjAraújo, o poeta humanista, refletindo sobre a Via Crucis (Parte I), escrito em março de 2010.

Submited by

sábado, abril 7, 2012 - 23:01

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 48 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix Poemas - de "Magma" (Guimarães Rosa) 2 18.410 06/11/2019 - 11:48 Português
Videos/Música Ave Maria - Schubert (Andre Rieu & Mirusia Louwerse) 1 24.504 06/11/2019 - 11:02 inglês
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 1.800 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 1.130 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 1.062 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 986 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 1.268 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 1.562 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 2.225 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.538 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.746 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 1.095 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.753 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.772 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.778 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 2.179 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 3.059 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.679 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 2.061 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 3.135 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.828 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.786 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 3.369 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 2.440 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 2.451 07/03/2014 - 03:05 Português