CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Via-Crucis: Parte II

Via Crucis - Via Dolorosa: 8a. à 15a. Estação

8a. Estação - Jesus fala às mulheres de Jerusalém.

Já próximo do Monte Calvário,
Jesus esquece sua dor para abrir o coração
e consolar as mulheres que,
chorando, lamentavam o seu sofrimento.

9a. Estação - Jesus cai pela terceira vez.

Aproxima-se o fim da Via Crucis,
com a última queda de Jesus,
a terceira de três quedas.

Jesus chega ao Calvário.
Quiseram dar-lhe vinho misturado com fel,
mas ele não quis beber.

10a. Estação - Jesus é despojado de suas vestes.

Os soldados romanos tomaram-Lhe as roupas
e as sortearam entre eles,
cumprindo assim, as antigas profecias
que descreviam esse episódio.

11a. Estação - Jesus é pregado na cruz.

Jesus é crucificado!

Cravos de ferro rasgam sua carne,
dilacerando suas mãos e pés.
A cruz é erguida,
e o Cristo fica suspenso
entre o céu e a terra.

Agora, ele está definitivamente pregado à cruz.

12a. Estação - Jesus morre na Cruz.

Com o Sol eclipsado,
Jesus gritou do alto da cruz:
"Pai, nas Tuas mãos entrego o meu espírito.
Agora, estou contigo".
Baixou a cabeça e morreu.

13a. Estação - Jesus é retirado da Cruz.

Depois de pedir autorização a Pilatos,
José de Arimatéia e Nicodemos compraram
um lençol de linho branco e tiras de pano,
e retiraram o corpo de Jesus da cruz.

Maria, sua mãe, o recebeu em seus braços.

14a. Estação: Jesus é sepultado.

José de Arimatéia, Nicodemos e alguns apóstolos
tomaram o corpo de Jesus,
envolveram-no com um lençol de linho
e o deitaram numa saliência na rocha em forma de cama.

Então fecharam a entrada com uma grande rocha.

15a. Estação: A Ressurreição.

No domingo, as mulheres
que foram ao túmulo
encontraram-no vazio.

Viram dois homens
com vestes claras e brilhantes
que lhes perguntaram:

"Por que procuram entre os mortos,
quem está vivo?
Ele não está aqui, mas ressuscitou".

AjAraújo, o poeta humanista, refletindo sobre a Via Crucis de Jesus, escrito em março de 2010.

Submited by

sábado, abril 7, 2012 - 23:04

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 48 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix Poemas - de "Magma" (Guimarães Rosa) 2 18.400 06/11/2019 - 11:48 Português
Videos/Música Ave Maria - Schubert (Andre Rieu & Mirusia Louwerse) 1 24.498 06/11/2019 - 11:02 inglês
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 1.793 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 1.125 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 1.059 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 986 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 1.264 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 1.561 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 2.220 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.533 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.734 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 1.094 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.752 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.770 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.774 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 2.178 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 3.058 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.678 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 2.054 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 3.133 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.827 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.782 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 3.361 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 2.434 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 2.449 07/03/2014 - 03:05 Português