CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DÁ-ME LUME DO TEU FOGO …

Dá-me lume do teu fogo,

esse incêndio da vida que me arde
na fornalha do teu corpo a vestir-me a corpo.

Faz-me cinza
de dentro de ti ardida,
faúlha solta dos teus suspiros loucos.

Seja eu o pavio das tuas lareiras,
a lenha inapagável sobre a tua pele.

Dá-me água do teu mar de beijos

para me secar as lágrimas de saudade
e me encharcar nos teus dilúvios de paixão.

Sejas tu a chuva
sobre os campos verdes do meu sorriso,
o arco-íris do meu juízo, o sol do meu olhar.

Sejamos nós um rio,
um cristalino caudal de amantes,
que as nossas almas sejam diamantes.

Dá-me sopros do teu vento,

sejas tu a alma, os ossos e a carne
dos remoinhos do meu pensamento,

o chão da minha madrugada,
as paredes e tecto dos meus sonhos,
os ares livres dos meus voos de amor.

Dá-me a eternidade do teu tempo,

sejas tu a árvore dos meus doces dias,
o fruto que sacia o desejo das minhas mãos.

Sejam os teus beijos a minha primavera
e a tua nudez a semente insana da minha poesia.

Dá-me a voz da tua alma

para calar os gritos do meu silêncio
e alar canções a dois até aos confins do infinito.

.
.
.
.

Submited by

sábado, março 23, 2013 - 20:55

Poesia :

Your rating: None (7 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 1 semana
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de Henricabilio

neste fogo

neste fogo se_rei
despudorado
incendiário... rss

Paz_coa Feliz!!

__Abilio

imagem de joanadarc

Belo...como

Belo...como sempre.
Parabens

Joana

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 36.786 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.542 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.155 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.077 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.938 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 3.942 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.620 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.652 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.284 01/30/2015 - 22:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.800 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.148 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.313 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.595 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.754 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.015 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.834 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.655 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.637 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.835 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.524 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.414 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.353 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.399 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.719 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.603 01/16/2015 - 19:47 Português