CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A DERROTA DA MORTE

Cada dia é um começo
Quando a gente amanhece
E a morte até se aborrece
Pois perde e paga o preço
Mas não perde o endereço
Que de todo mundo sabe
Só não sei se a ela cabe
De saber quando a mereço

Já acumulei vitórias
Em tantos anos e meses
Ela perdeu tantas vezes
Com derrotas vexatórias
E deve contar a história
Fora da realidade
Escondendo a verdade
Da sua própria memória

Por ela até lamento
Creio que a morte tem trauma
Por não ter amor nem alma
Nem tampouco sentimento
Por existir pensamento
É falsa a sua vitória
Pois vive em nossa memória
Quem se foi, cada momento.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

sexta-feira, outubro 30, 2020 - 23:54

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 1 dia
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 527

Comentários

imagem de Odairjsilva

Reflexão!

Uma boa reflexão sobre um tema pertinente. Eu creio, que um dia a morte será derrotada para sempre. Abraços poéticos!!!

imagem de Ana Martins

A DERROTA DA MORTE

Que sensibilidade poeta!
Aqueles que amamos, viverão em nós para sempre e essa é realmente a "derrota da morte".

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral SETEMBRO 2 356 09/10/2021 - 16:47 Português
Poesia/Fantasia A DÚVIDA 2 403 08/14/2021 - 21:49 Português
Poesia/Geral ABAIXO DE ZERO 0 98 07/29/2021 - 20:24 Português
Poesia/Geral QUEBRA CABEÇA 1 178 06/28/2021 - 15:38 Português
Poesia/Geral ALMA 0 173 05/17/2021 - 22:21 inglês
Poesia/Geral O PÃO E A LETRA 2 410 04/21/2021 - 23:20 Português
Poesia/Geral PERIGO REAL E IMEDIATO 2 356 04/08/2021 - 15:09 Português
Poesia/Geral A DERROTA DA MORTE 2 391 04/07/2021 - 15:46 Português
Poesia/Fantasia ETERNA INFÂNCIA 0 260 03/08/2021 - 01:19 inglês
Poesia/Geral PLANOS PARA O FUTURO 1 576 02/28/2021 - 11:18 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 2 784 01/27/2021 - 17:26 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO ATORMENTADO 2 330 01/27/2021 - 16:16 Português
Poesia/Soneto SONETO ANTAGÔNICO 3 578 01/27/2021 - 16:13 Português
Poesia/Geral DESEJO DE MORTE 4 292 01/24/2021 - 23:24 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DA PANDEMIA 1 444 12/04/2020 - 13:03 Português
Poesia/Soneto SONETO DA ESCURIDÃO 2 487 10/30/2020 - 12:15 Português
Poesia/Geral POEMA DO HOMEM INVISÍVEL 0 461 10/10/2020 - 20:45 Português
Poesia/Soneto SONETO À ESPERANÇA 1 381 09/21/2020 - 13:05 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA 0 520 07/04/2020 - 21:40 Português
Poesia/Geral POR UNS E OUTROS MOTIVOS (RACISMO) 3 788 06/16/2020 - 21:07 Português
Poesia/Geral SOMOS TODOS IGUAIS (?) 2 792 05/25/2020 - 21:23 Português
Poesia/Geral O CANTAR DO MEU SILÊNCIO 2 662 05/06/2020 - 16:26 Português
Poesia/Soneto SONETO ÀS FLORES DA SEXTA-FEIRA SANTA 0 627 04/10/2020 - 16:10 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO MAL QUE FEZ A PAZ MUNDIAL 2 755 03/27/2020 - 01:51 Português
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 625 03/17/2020 - 14:38 Português