CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DOIDICE …

Profundo compreender-me,
saber-me errante num suspiro já sem fôlego.

Ler-me amontoado em vaidades,
insubstancialidades esfarrapadas pelo fogo.

Desconciliadas realidades.
Indeterminados sopros me tombam.

Infinitos conversam culpados o tempo
nas asperidades da minha pele.

Espectros de medo,
desaguisado enredo dos sentidos.
Pensamentos feridos por loucas cicatrizes.

Palavras roucas.
Demoníaca doidice alma adentro.

Lucidez à tona das desinteligências
da minha pessoalidade.
Nudez hesitante.

Oculto ser me atalha a idade que ralha
das vozes desastradas do vento.

Mortal.

Amadurecer
por entre a tralha de infâncias sós.

Perdão que já não ouço na voz das paredes
do que ainda tenho por ter.

Ocupo-me vazio.

Inábil sombra na alma a mover o corpo.
Prudências desfeitas nas mãos.

Pêndulo estatelado em nada,

balanceado em vão …
.
.
.
.

Submited by

terça-feira, setembro 25, 2012 - 22:12

Poesia :

Your rating: None (5 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 6 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.035 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.626 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.238 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.150 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.996 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.017 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.699 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.692 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.441 01/30/2015 - 23:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.838 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.279 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.375 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.639 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.854 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.190 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.874 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.764 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.772 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.932 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.563 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.473 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.395 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.433 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.764 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.671 01/16/2015 - 20:47 Português