CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Dono dos meus caprichos

Vem satisfazer-me agora
deixe tudo e sobe no teu cavalo alado.
Pega carona com o vento,
Ou, como um navio mercante,
ancora no porto da minha vida
e traz o que de melhor tens para mim.
E, ao chegares, faz-te meu
como só tu sabe ser.
Toma a mim e me doma
como preciso ser domada.
Leva-me às maiores alturas e sejamos um
como já somos abençoados por Deus.
Respeita meu espaço e delimita o teu
para que não usurpamos um do outro em tragédia,
e não permitas que nos percamos no tempo,
no cotidiano vil, nem nas assolações da mesmice.
Inovemos em uma dança, tu e eu, eu e tu,
par perfeito, dançante e cantante na sinfonia da vida.
E, quando o inverno de nossas vidas chegar,
que possamos nos lembrar,
tu de mim, eu de ti,
para sempre nós,
eternamente um.

Texto de Teresa Azevedo retirado do livro “Você , meu porto Seguro"
Imagem: Poesias Sinceras Art’’s Sharrme

Submited by

domingo, março 16, 2014 - 07:26

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

teresaazevedo

imagem de teresaazevedo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 5 dias
Membro desde: 09/16/2010
Conteúdos:
Pontos: 608

Comentários

imagem de teresaazevedo

Minha resposta por seu carinho

Sofia, suas visitas e comentários me estimulam e inspiram.
Beijos

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of teresaazevedo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Simples assim 0 1.028 05/25/2018 - 20:42 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 825 05/25/2018 - 20:15 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 909 05/25/2018 - 20:15 Português
Poesia/Geral O êxtase do poeta é a poesia 0 1.025 11/06/2015 - 11:34 Português
Poesia/Geral Poeta é gente diferente 0 1.171 11/06/2015 - 11:32 Português
Poesia/Geral Nós eremitas 0 1.020 11/06/2015 - 11:31 Português
Poesia/Geral Ser coletivo 0 1.260 11/05/2015 - 18:08 Português
Poesia/Geral Transcendemos corpos e emoções 0 1.617 11/05/2015 - 18:06 Português
Poesia/Meditação Ondulações 0 1.044 11/05/2015 - 18:04 Português
Videos/Poesia Projeto Ondulações 2014 0 4.451 11/05/2015 - 08:02 Português
Poesia/Tristeza Batem as asas do adeus 1 1.820 07/29/2014 - 01:08 Português
Poesia/Poetrix Crescer sim, beber não! 1 1.303 07/26/2014 - 00:30 Português
Poesia/Geral Miscelânea poética 1 1.739 07/17/2014 - 23:58 Português
Poesia/Aldravias Aldravia 1 0 2.004 07/17/2014 - 16:36 inglês
Poesia/Geral Tarde, mormaço 1 1.343 07/13/2014 - 23:57 Português
Poesia/Geral Descortine-os 0 1.243 07/12/2014 - 18:42 Português
Poesia/Geral Intocável 0 1.012 07/12/2014 - 18:01 Português
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.695 07/11/2014 - 04:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.504 07/11/2014 - 04:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos (Poesia coletiva, resultado do primeiro Sarau, produzida através de palavras que cada assistido falou) 0 1.577 06/27/2014 - 19:06 inglês
Poesia/Paixão Casados em cópula 1 1.745 06/19/2014 - 00:12 Português
Poesia/Desilusão Pássaro Errante 1 1.297 06/16/2014 - 03:15 Português
Poesia/Fantasia Sonhei, tão somente sonhei 1 1.126 06/14/2014 - 19:28 Português
Poesia/Paixão Com a força dos temporais 1 1.266 06/12/2014 - 04:55 Português
Poesia/Amor Fragmento da poesia “Nós” 0 1.121 06/11/2014 - 06:21 Português