CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Escrevo e descrevo minh’alma

O que hoje escrevo com lágrimas
É sobre sorrisos largos de felicidade
Essas histórias, sonhos e fantasias
Na minha lembrança
Reencontros de encontros e abraços
Que não se perderam pelo tempo.
Nas noites, madrugadas de solidão
Onde o sono não aparece
E as desilusões esclarecem
No fazer amor, sexo casual
Paixão e momentos felizes
Na tristeza de momentos de decepções…
Busco rimas para um poema
Que transmita minhas sensações
Que traduza o meu coração
As dores, os amores
Que tornaram-se desamores
Na longa jornada do tempo.
Desilusões de um olhar que se foi
Sem ao menos despedir-se
Que tornaram as noites solitárias
E as madrugadas frias.
Leia-me com atenção
Sou um livro aberto pelo tempo
Experiência e solidão
Expresso meus sentimentos
Nos versos, nas rimas de uma canção
Que nunca irei cantar.
Palavras sentidas
Que ecoam de um coração que ama
Que sofre por amor
Que expressa esse sentimento
Sem medo da dor.
Escrevo e descrevo a minh'alma
Páginas de sentimentos
Escorrem pelos dedos
E alcança o seu coração…
Escrevi-te uma carta de amor
Deletei-te dos meus pensamentos
Os rascunhos joguei no lixo
E permito revelar-te essa paixão
Que não consigo guardar no peito.
Então, descrevo-te
Inspiro-me em sua beleza
E deixo meu coração falar
Da meiguice desse teu olhar.

Poema: Odair José, o Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, junho 13, 2018 - 01:33

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 3 dias
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3029

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Escrevo e descrevo minh’alma 0 35 06/13/2018 - 01:33 Português
Poesia/Meditação Não deixe vacilar os meus pés 0 23 06/13/2018 - 01:31 Português
Poesia/Desilusão Espinhos 0 76 06/05/2018 - 20:48 Português
Poesia/Amor Veneno 0 77 06/04/2018 - 18:57 Português
Poesia/Pensamentos A dor do poeta 0 46 05/23/2018 - 20:05 Português
Poesia/Tristeza O lado escuro do sol 0 55 05/23/2018 - 03:25 Português
Poesia/Fantasia Pele morena 0 47 05/22/2018 - 03:05 Português
Prosas/Drama Nos olhos negros daquela mulher 0 38 05/21/2018 - 19:57 Português
Poesia/Desilusão Palavras vazias 0 45 05/19/2018 - 01:37 Português
Poesia/Desilusão Queria tanto 0 56 05/16/2018 - 02:59 Português
Poesia/Desilusão A invenção das inverdades 0 49 05/16/2018 - 02:24 Português
Poesia/Tristeza O trágico fim do amor 0 51 05/15/2018 - 19:44 Português
Poesia/Amor Debaixo da Figueira 0 154 05/15/2018 - 00:21 Português
Poesia/Amor Que seu coração era como as areias do mar 0 47 05/12/2018 - 01:01 Português
Poesia/Amor O anelo de um sonho lindo 0 84 05/09/2018 - 00:23 Português
Poesia/Amor E se eu não tivesse encontrado você 0 56 05/08/2018 - 23:37 Português
Poesia/Tristeza Onde o cão e o lobo uivam para a lua 0 52 05/04/2018 - 00:16 Português
Poesia/Amor Saiu da alma, virou poesia 0 64 05/03/2018 - 03:23 Português
Prosas/Drama Encontro fatal 0 76 05/02/2018 - 04:25 Português
Poesia/Dedicado Homenagem a uma professora 0 57 05/02/2018 - 03:43 Português
Poesia/Canção Nostalgia 0 177 05/01/2018 - 04:52 Português
Prosas/Drama O estranho caso de Cindy 0 47 05/01/2018 - 04:15 Português
Poesia/Pensamentos Crepúsculo dos deuses 0 64 04/29/2018 - 05:03 Português
Prosas/Pensamentos A ruiva 0 54 04/24/2018 - 23:38 Português
Poesia/Amor A garota dos olhos castanhos 0 71 04/24/2018 - 23:36 Português