CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

escura bruma que a noite produz

escura bruma que a noite produz,
o vazio neste bar perdido
em uma rua perdida.
minhas lembranças mais secretas
são estrelas caídas
de um céu sem piedade.
querendo ou não
sou parte deste drama
que a vida usa para dar
um sentido mais trágico
ao cotidiano.

como quem aguarda
os passos intermináveis das horas,
destilo silêncios, respiro surpresas,
fantasiando meus impossíveis
e recolhendo meus absurdos.

não há mais motivo ou propósito,
estou sobre um campo minado
à deriva pelas esquinas
dos meus próprios desvarios.
sílabas mortas, frases rotas,
monólogos
que pronuncio ou mesmo que calo
envoltos nas pétalas aveludadas
das flores da ilusão.

abro meus olhos cansados com esforço
e sinto um peso no ar, nas chamas
das minhas fomes.
desassossegos, abandonos indiferentes
aos mendigos que comem lixo nas praças.
tristeza com hálito de ribaltas antigas
de um teatro em ruínas,
abandonado a segredos densos,
alcovas gélidas onde perambulam
anjos deserdados.

alimento dragões
nestas noites de junho,
subverto a pauta do desejo,
bebo a doce violência
que escorre pelas ruas.
sou como o silêncio que habita a cidade,
desato nós, silencio desordens,
ouço os rios, dobro o riso, as blusas
como se dobrasse o tempo.
surpreendo os vazios, escuto gemidos,
recorto os versos
de qualquer santidade.
despertenço, desinvento a palavra amor.

Poema do livro Diários do Desassossego
A venda em http://sergioprof.wordpress.com
Contato:
blog: http://sergioprof.wordpress.com/
facebook: https://www.facebook.com/jardimpoeta
https://www.facebook.com/poetajardim
twitter: http://twitter.com/SERGI0_ALMEIDA
linkedin: https://www.linkedin.com/in/poeta-jardim-a7b0222b
google +: https://plus.google.com/+sergioalmeidaJardim
skoob: http://www.skoob.com.br/autor/7181-jardim

Submited by

domingo, janeiro 22, 2017 - 11:57

Poesia :

No votes yet

jardim

imagem de jardim
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 25 semanas
Membro desde: 07/28/2012
Conteúdos:
Pontos: 358

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jardim

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor o anjo que pego em meu colo 0 594 02/02/2017 - 11:18 Português
Poesia/Amor será que consegues 0 498 02/02/2017 - 11:15 Português
Poesia/Amor antes que eu pudesse me dar conta 0 478 02/01/2017 - 19:40 Português
Poesia/Amor algo se quebrou no universo 0 504 02/01/2017 - 19:38 Português
Poesia/Amor guardei para ti rosas e versos 0 488 02/01/2017 - 19:34 Português
Poesia/Amor foi preciso te encontrar 0 407 01/31/2017 - 11:36 Português
Poesia/Amor foram eternos dias 0 515 01/31/2017 - 11:35 Português
Poesia/Amor em minha boca calada 0 482 01/31/2017 - 11:33 Português
Poesia/Amor nos acostumamos 0 471 01/30/2017 - 12:05 Português
Poesia/Amor se me falta o chão em que piso 0 356 01/30/2017 - 12:03 Português
Poesia/Amor a casa está vazia 0 2.108 01/30/2017 - 12:01 Português
Poesia/Amor eternos dias 0 405 01/29/2017 - 12:59 Português
Poesia/Amor de ti trago memórias 0 496 01/29/2017 - 12:57 Português
Poesia/Amor provo teu negro amor 0 377 01/29/2017 - 12:55 Português
Poesia/Amor penetraste 0 405 01/28/2017 - 11:16 Português
Poesia/Amor te busco em todas as outras 0 600 01/28/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor sou somente um bardo 0 424 01/28/2017 - 11:07 Português
Poesia/Amor dentro de nós 1 361 01/27/2017 - 15:00 Português
Poesia/Amor andei pelas avenidas até minhas pernas se confundirem com o asfalto. 0 456 01/27/2017 - 10:40 Português
Poesia/Amor menti, enganei, aprend 0 386 01/27/2017 - 10:38 Português
Poesia/Amor vívido corpo 0 411 01/26/2017 - 11:10 Português
Poesia/Amor dentro daquele beijo 0 402 01/26/2017 - 11:07 Português
Poesia/Amor decifrando teus abismos 0 540 01/26/2017 - 11:06 Português
Poesia/Amor o meu corpo a buscar teu corpo ausente 0 494 01/25/2017 - 12:59 Português
Poesia/Amor de tuas entradas às tuas entranhas 0 372 01/25/2017 - 12:57 Português