CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Extraviados

Lembro do tempo em que parti
Das ausências e das presenças
Das semelhanças dos rostos mediáticos
Dos farrapos vestindo a magreza ainda acesa
Por todos os donos do chão que eu pisava

(Magros os gestos no amanho
Da imensa e colorida terra firme
Acusada de desleixo
Pelo abandono dos seus antepassados)

Estranha forma essa que a sustenta
Alma errante num espaço inócuo
A fome alimentava-se no seu corpo
Etéreo círculo consumido pelo fogo

São braços que se erguem
Em nome de ideais esquecidos
Mas lembrados por todos
Os entes queridos que tombaram
No mesmo espaço
Ocupado que foi, mas desertor
Na copa de uma árvore que fita o céu
E arranha o ar com os galhos já secos

 

 

Submited by

segunda-feira, novembro 21, 2011 - 12:39

Poesia :

No votes yet

ÔNIX

imagem de ÔNIX
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 38 semanas
Membro desde: 03/26/2008
Conteúdos:
Pontos: 4027

Comentários

imagem de nunomarques

Olá Dolores, A lembrança como

Olá Dolores,

A lembrança como forma de permanecer ausente, viver, reviver, longe do corpo, longe de tudo.

É fantástica a tua poesia.

Beijo 

imagem de ÔNIX

Olá Nuno   Agradecida por

Olá Nuno

 

Agradecida por tudo.

 

Saudades de ti, sabes?

 

beijo

imagem de rainbowsky

Olá Ônix. Com a bela forma de

Olá Ônix.

Com a bela forma de escrever a que já me habituei a ler, esta meditação é de perfurar a carne até aos ossos e fazer arrepiar.

Muito, muito bom.

 

Beijo.

 

rainbowsky

imagem de ÔNIX

rainbowsky,   Agradeço a sua

rainbowsky,

 

Agradeço a sua presença.

 

Beijo
 

imagem de apsferreira

-há almas que vagueiam por o

Há almas que vagueiam por o seu espaço

sem em nada o alterarem...

Gostei da meditação,

:-)

imagem de ÔNIX

 apsferreira,   Agradecida

 apsferreira,

 

Agradecida pela sua presença e pelas suas palavras

 

Abraço

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ÔNIX

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Acordar da Manhã 2 1.348 03/22/2018 - 22:16 Português
Poesia/Amor Céu 2 1.310 03/14/2018 - 22:25 Português
Poesia/Meditação Vida lá fora 5 1.072 03/14/2018 - 22:24 Português
Poesia/Dedicado Saudações 2 1.526 03/01/2018 - 11:13 Português
Fotos/Corpos Rendas 1 1.895 03/27/2016 - 03:20 Português
Poesia/Meditação Selváticas Emoções 0 821 01/17/2012 - 23:36 Português
Poesia/Meditação Talvez 2 1.124 01/17/2012 - 21:35 Português
Poesia/Meditação Jardins Aquáticos 1 836 01/04/2012 - 23:07 Português
Poesia/Meditação Eram rosas os meus olhos 1 1.035 12/27/2011 - 23:48 Português
Poesia/Meditação Verdes lembranças 0 1.264 12/15/2011 - 15:50 Português
Poesia/Meditação Se eu fosse só eu 0 1.355 12/09/2011 - 11:19 Português
Poesia/Meditação Bruma Intemporal 1 1.296 12/07/2011 - 02:03 Português
Poesia/Meditação Eras 1 1.074 12/06/2011 - 21:49 Português
Poesia/Meditação Vão-se os Modos, Esvai-se o Tempo 0 876 12/01/2011 - 21:29 Português
Poesia/Meditação Pensamento invulgar 1 1.535 11/30/2011 - 00:21 Português
Poesia/Meditação Dor 0 1.384 11/24/2011 - 13:45 Português
Poesia/Meditação Extraviados 6 2.426 11/23/2011 - 12:12 Português
Poesia/Meditação Bom Dia 1 1.463 09/29/2011 - 22:16 Português
Poesia/Tristeza Um nada somente 1 1.306 09/14/2011 - 12:23 Português
Prosas/Outros Sol da Manhã 0 1.384 09/12/2011 - 10:24 Português
Poesia/Amor Nu 0 1.778 09/07/2011 - 11:07 Português
Poesia/Amor Tu 2 1.056 08/30/2011 - 01:57 Português
Poesia/Meditação Só Alma 1 1.129 08/26/2011 - 10:23 Português
Poesia/Meditação O Avesso de Mim 2 1.272 08/23/2011 - 22:26 Português
Poesia/Meditação Grãos D'Ouro 3 1.463 08/23/2011 - 22:22 Português