CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Indiferença

Diante do gesto
Indiferença!

Diante do ato
indiferença!

Diante da miséria
Indiferença!

Diante da dor
Indiferença!

Diante do preconceito
Indiferença!

Diante da corrupção
Indiferença!

Diante de afirmações
Indiferenças!

Diante das duvidas
Indiferenças!

Diante da vida eminente
Indiferença!

Como poderíamos
Ser todos iguais a final,
Se o resultado é a distorção
Das palavras, dos gestos,
da própria cultura?

Como ser considerado racional
Se o primeiro gesto é o de abandono,
Boa ação, apenas como intenção não salva!
Usar exemplos de terceiros não garante
Seu lugar no céu primeiro.

Todos sabemos o que deve ser feito
Todos ficamos calados diante da necessidade,
Pois enquanto a gota não nos atinge
Não há motivos para consertar o que se quebrou.

De todos os brinquedos jogados fora
A vida certamente é   mais precioso,
De todas as palavras abandonadas ao vento
As que fazem falta são as verdadeiras.

De todos os olhares perdidos
Mesmos os na escuridão, na solidão,
Os de indiferença são os que não tem salvação.

Mais uma morte
Ninguém viu!

Mais uma criança drogada
Nunca existiu!

Mais um desvio de verba
Ilusão, no Brasil!

Mais um bom livro
Se perdeu no vazio!

Mais um ser humano
Confundido com artigo raro
Numa pátria que nunca existiu!

Indiferença
Palavra forte, que define,
Um ser fraco e hostil!

Submited by

sexta-feira, março 15, 2013 - 13:46

Poesia :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 2 dias
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2926

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão [Negra] 0 26 05/22/2020 - 18:23 Português
Poesia/Meditação [Pulsar] 0 77 04/30/2020 - 19:43 Português
Poesia/Meditação [Teias] 0 184 03/16/2020 - 14:24 Português
Poesia/Pensamentos [As vozes] 0 237 02/12/2020 - 19:15 Português
Poesia/Meditação [Vento] 0 131 02/10/2020 - 14:13 Português
Poesia/Pensamentos [Queda] 0 331 01/23/2020 - 20:15 Português
Poesia/Amor [Invisíveis] 0 181 01/06/2020 - 18:06 Português
Poesia/Meditação [Casas invisíveis] 0 330 12/13/2019 - 17:59 Português
Poesia/Meditação [PÓ] 0 231 12/09/2019 - 15:01 Português
Poesia/Pensamentos [A hora mais escura] 0 428 09/27/2019 - 18:59 Português
Poesia/Pensamentos [Urubus] 1 596 09/27/2019 - 13:24 Português
Poesia/Pensamentos [Fantasma] 0 314 09/19/2019 - 21:31 Português
Poesia/Amor [Teus lábios] 0 518 08/15/2019 - 15:01 Português
Poesia/Meditação [Á deriva] 0 989 05/08/2019 - 15:29 Português
Poesia/Meditação [Vazios] 0 1.141 04/03/2019 - 21:00 Português
Poesia/Meditação [Círculos] 0 1.325 03/12/2019 - 17:34 Português
Poesia/Meditação [Mundo] 0 1.121 12/07/2018 - 20:47 Português
Poesia/Meditação [Curtido] 0 1.387 11/26/2018 - 20:20 Português
Poesia/Meditação [Caminhar] 0 897 11/21/2018 - 14:21 Português
Críticas/Outros [A filosofia do povo] 0 1.482 10/30/2018 - 14:13 Português
Poesia/Meditação [Morto] 0 1.542 10/25/2018 - 19:56 Português
Poesia/Meditação [Novos velhos] 0 974 10/24/2018 - 14:52 Português
Poesia/Meditação [Preço] 0 729 10/23/2018 - 15:12 Português
Poesia/Meditação [Destempero] 0 867 10/05/2018 - 21:19 Português
Poesia/Meditação [Brasília] 0 887 08/03/2018 - 20:28 Português