CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

NA PAZ DO CRIADOR

Na Paz do Criador

No cume do meu descontentamento,
daqueles que um Homem sente
da vida e da pátria amada,
meti-me por entre penedias,
revendo histórias e troicanas fantasias,
e fiz-me à Serra, calma, serena
e indiferente ao meu tormento.

Do cimo mais alto da Mourela,
sentindo o vento frio no rosto,
que ali corre no mês de agosto,
vi tudo em quadro de aguarela,
que nenhum pintor pintou.

A urze florida, radiosa,
a carqueja, sempre formosa,
vidos, giestas, pinheiros,
carvalhos e castanheiros,
ondulando ao vento
numa dança de sossego,
que uma águia-real observou.

E eis-me ali, no meu tormento!...

Sentei-me, numa pedra, ao vento,
por cima do meu tormento,
por baixo daquele calor;
gritei com raiva um impropério,
daqueles que fazem corar o Barroso,
e com enorme gozo
deitei fora o descontentamento,
curti a Paz do Criador.

( Acácio Costa)

Submited by

sábado, setembro 1, 2012 - 11:46

Poesia :

No votes yet

Acácio Costa

imagem de Acácio Costa
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 24 semanas
Membro desde: 09/01/2012
Conteúdos:
Pontos: 232

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Linda poesia... Pela

Linda poesia... Pela escrita...

Parabéns...

imagem de Acácio Costa

Mourela - Planalto de Tourém

Mourela - Planalto de Tourém - Portugal

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Acácio Costa

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O Lince-Ibérico 0 485 10/17/2012 - 22:30 Português
Poesia/Geral O RISO DA HIENA 0 803 10/17/2012 - 22:28 Português
Poesia/Geral A CALHANDRA DE-TRÊS -RABOS 0 435 10/17/2012 - 22:26 Português
Poesia/Geral NUNCA EU SEREI NADA 1 360 10/05/2012 - 12:21 Português
Poesia/Geral A ESTRELÍCIA 0 504 10/03/2012 - 21:07 Português
Poesia/Geral LÍRIO AZUL 0 552 10/03/2012 - 21:05 Português
Poesia/Geral BRINCOS DE CEREJAS 0 735 10/03/2012 - 21:02 Português
Poesia/Amor UM AI DO CORAÇÃO 0 328 10/02/2012 - 22:11 Português
Poesia/Geral O erro de Descartes?!... 0 446 10/01/2012 - 15:18 Português
Poesia/Geral O PAVÃO 0 374 09/30/2012 - 16:23 Português
Prosas/Contos QUIMERA 0 561 09/30/2012 - 16:18 Português
Poesia/Geral SAUDADE DE UM CASTANHEIRO 0 483 09/30/2012 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS NINFAS DO MAR EGEU 0 1.158 09/29/2012 - 15:31 Português
Poesia/Geral A FLOR DO PESSEGUEIRO 0 1.278 09/29/2012 - 15:22 Português
Poesia/Geral OS PEIXES DO LAGO DO MEU JARDIM 0 442 09/29/2012 - 14:58 Português
Poesia/Tristeza SÔDADE 0 405 09/27/2012 - 23:15 Português
Poesia/Amor O CÉU ERA O CAMINHO 0 508 09/27/2012 - 22:47 Português
Poesia/Geral ODE AO ÍNDICO 0 364 09/26/2012 - 15:09 Português
Poesia/Geral NAQUELA TARDE DE SETEMBRO 2 492 09/26/2012 - 12:34 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA DE UMA ANDORINHA 0 643 09/25/2012 - 19:54 Português
Poesia/Geral É OUTONO 0 423 09/24/2012 - 20:38 Português
Poesia/Desilusão O ADEUS 3 469 09/24/2012 - 17:36 Português
Poesia/Amor O TEU OLHAR 3 539 09/24/2012 - 17:33 Português
Poesia/Geral FESTA DAS VINDIMAS 0 1.395 09/24/2012 - 14:27 Português
Poesia/Geral amor calado 0 406 09/24/2012 - 11:47 Português