CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Natal: uma prece

O pêndulo parece acelerar a batida
Em movimentos quase hipnóticos, afinal
É o anúncio de mais um ciclo que se finda
E com ele traz a lembrança (chegada) do Natal.

Que a crise que abala o mundo dos negócios
E que torna os consumidores mais comedidos
Não abale a fé, a solidariedade, a comunhão, a esperança
De uma milenar mensagem escrita em uma manjedoura

Pois, de tempos em tempos, renova-se
Não apenas as estações, as fases lunares, o calendário
Mas, o amor pregado pelo coração do Menino Deus
Que unge de esperanças o atormentado espírito humano.

Crises são janelas de oportunidades
Para avaliar os feitos e desfeitos
No contínuo aprendizado humano dos seres
Uma prece de Natal possa tocar o coração de todos nós.

Porque podemos ser melhores do que fomos
Menos egoístas e individualistas
MAIS solidários e companheiros
Menos ambiciosos e poderosos
MAIS humildes e humanistas.

AjAraújo, o poeta humanista, escrito no Natal de 2008. Obrigado por desfrutar do convívio e amizade de todos vocês, recebam este abraço enviado virtual, mas com sentimento real.

Submited by

terça-feira, novembro 24, 2009 - 10:41

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 16 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Natal: uma prece

MEUS PARABÉNS, PELAS SUAS BOAS INTENÇÕES!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix Poemas - de "Magma" (Guimarães Rosa) 2 17.423 06/11/2019 - 11:48 Português
Videos/Música Ave Maria - Schubert (Andre Rieu & Mirusia Louwerse) 1 23.929 06/11/2019 - 11:02 inglês
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 699 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 596 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 622 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 796 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 766 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 764 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 1.772 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.135 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.216 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 859 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.440 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.384 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.482 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 1.525 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 2.189 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.452 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 1.752 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 2.675 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.556 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.376 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 3.037 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 2.152 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 2.063 07/03/2014 - 03:05 Português