CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O poeta morre

O poeta morre,
mas não cessa de escrever.
Vive ressuscitando
nas horas incertas
memórias soltas
recordações abertas.
Fazendo de mim poeta,
pessoa que aprendeu a ler,
recordo no tempo
rumores e alertas.
Oa meus livros que não sabem que eu existo
são uma parte de mim
rosto inalado de temporas
olhares fechados mescla e cinzentos.
Os meus livros que não sabem que eu existo
vivem procurando nos espelhos
desculpas e fugas de prazer.
Entendo que as palavras essenciais
formam folhas riscanhadas por mim
mas que não sabem quem eu Sou.
De uma palvra à outra
o que digo se desvanece.
Escrevo como quem quer ser escrito
sussurro lentas sílabas
à leve melancolia que me abraça
por um cordel agora esgaçado.
Escrevo porque me apetece gritar
o que me acomoda o peito,
que afago não me acaricia a alma.
Escrevo porque me apetece arrojar o futuro
ao alcance de um artigo ou verbo
sentir o ar abarrotado de palavras
sentir que aprendo a escrever
escrevo e vou escrevendo

sandroska

Submited by

segunda-feira, abril 19, 2010 - 11:15

Poesia :

No votes yet

Sandroska

imagem de Sandroska
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 21 semanas 4 dias
Membro desde: 04/09/2010
Conteúdos:
Pontos: 77

Comentários

imagem de Henrique

Re: O poeta morre

O poeta é o infinito que aparece nas palavras

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sandroska

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor As pedras que me pisam 1 267 02/18/2020 - 16:48 Português
Fotos/ - 3435 0 420 11/24/2010 - 00:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu escrevo 0 418 11/19/2010 - 19:30 Português
Ministério da Poesia/Dedicado perguntei ao tempo 0 467 11/19/2010 - 19:30 Português
Ministério da Poesia/Fantasia Cinza de mim 0 465 11/19/2010 - 19:30 Português
Poesia/Tristeza olhar que nada sou 1 408 05/30/2010 - 16:04 Português
Poesia/Pensamentos Metade de mim 2 263 05/03/2010 - 00:33 Português
Poesia/Aforismo Sou o que não sou 2 272 04/29/2010 - 22:54 Português
Poesia/Pensamentos Passos lentos 1 272 04/28/2010 - 00:34 Português
Poesia/Pensamentos Menina mulher 2 281 04/27/2010 - 22:22 Português
Poesia/Aforismo Memória passada 1 273 04/27/2010 - 19:33 Português
Poesia/Dedicado música adormecida 1 226 04/26/2010 - 03:17 Português
Poesia/Paixão O poeta morre 1 252 04/21/2010 - 17:36 Português
Poesia/Tristeza Cinza de mim 1 272 04/21/2010 - 17:06 Português
Poesia/Tristeza Memória de mim 1 245 04/21/2010 - 17:00 Português
Poesia/Paixão Contrariei 3 293 04/19/2010 - 11:13 Português
Poesia/Aforismo procurei ao tempo 1 249 04/18/2010 - 01:25 Português