CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Os Catadores e o Viajante do Tempo


Os dias foram passando
Nas ruas desertas
O viajante do tempo
Observava as criaturas

Dormindo sob as marquises
O carrinho cheio de papelão
A barriga só com um pastelão
O jornal aquecendo as noites

São dias que se repetem
Aos olhos do visitante
É a outra face da cidade
Das vidas que insistem

Não são mendigos, nada pedem
Apenas livram as calçadas
Das caixas, dos embrulhos desfeitos
Na saga da sobrevivência, cansam e dormem.

As suas moradias distantes
Fazem das ruas seus lares
Faça frio ou calor, pouco importa
Todas as estações ao sabor da brisa

O intrépido cavalheiro
Encontra um casal de catadores
Uma breve troca de olhares
E lhes oferece um prato

Uma prenda rara necessária
Para suportar aquela noite friorenta
Eles agradecem a divina providência
E o viajante deixa escapar uma lágrima

Assim seguiu o misterioso Senhor
Enquanto se agitavam jovens em bares
A tudo ouvia atentamente, gemidos e preces
Sua missão destinava-se aos humildes, sem penhor.

Mas, todo o alimento contido em um prato
Do bar na Lapa, à quentinha na Rua dos Andradas
Era o contraste de vidas desiguais, um paradoxo
Pois ambos tinham sua razão de ser, deveras...

 

AjAraújo, o poeta humanista, escrito em 27/12/10.

Submited by

quarta-feira, dezembro 29, 2010 - 10:32

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 20 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Comentários

imagem de AjAraujo

Neste poema presto uma

Neste poema presto uma homenagem aos trabalhadores que limpam a cidade de seus descartes: os catadores de papel e papelão para reciclagem.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix Poemas - de "Magma" (Guimarães Rosa) 2 17.502 06/11/2019 - 11:48 Português
Videos/Música Ave Maria - Schubert (Andre Rieu & Mirusia Louwerse) 1 23.982 06/11/2019 - 11:02 inglês
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 727 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 627 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 645 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 820 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 787 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 800 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 1.822 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.167 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.284 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 887 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.479 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.418 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.504 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 1.559 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 2.215 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.478 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 1.778 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 2.730 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.573 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.398 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 3.068 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 2.187 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 2.099 07/03/2014 - 03:05 Português