CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Os Glaciares da Patagônia: salvemos!

Aqueles blocos de gelo
flutuando sobre o lago
no Glacial Balmaceda
na água azul turquesa

Aqueles blocos deslocados
da geleira-mãe milenar
brincando feito meninos
sob o sol inda a despertar

Esculpiam figuras
Diante da luz matinal
O reflexo de um cristalino azul
Como ilhas-filhas glaciares

Os turistas encantados
Diante de tanta magia
Apuravam as lentes perfilados
No registro sublime da soberania...

da mãe-natureza que inda resiste tenaz
aos nossos modos de consumo e de viver
embora não deixe de nos revelar
os danos do aquecimento em sua tez

pois, aqueles blocos de gelo soltos
revelam um cenário de desmame precoce
inda que coloridos aos nossos cristalinos
são um sinal de alerta: um stop, páre!

AjAraujo, o poeta humanista, homenageia os belíssimos e milenares Glaciares da Patagônia Chilena e alerta para a destruição de um dos sítios mais preservados da natureza, com as repercussões que naturalmente a todos irão afetar, escrito após visita do poeta, em 23-fev-2012.

Submited by

quinta-feira, fevereiro 23, 2012 - 16:11

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 25 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix Poemas - de "Magma" (Guimarães Rosa) 2 17.688 06/11/2019 - 11:48 Português
Videos/Música Ave Maria - Schubert (Andre Rieu & Mirusia Louwerse) 1 24.039 06/11/2019 - 11:02 inglês
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 986 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 714 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 718 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 860 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 838 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 873 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 1.858 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.218 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.342 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 916 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.527 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.461 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.551 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 1.655 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 2.303 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.522 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 1.818 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 2.798 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.636 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.447 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 3.109 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 2.223 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 2.126 07/03/2014 - 03:05 Português