CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Poema furtivo

O poeta ao falar de si fala dos outros,

que cada um tem um quê do outro.

Tudo é como se fosse um amarrio de cordas

seguidas, compassadas, continuadas.

O poeta ao falar dos outros fala de si,

que cada um outro tem um quê de nós,

cada um vive a vida alheia sem saber

e morre na morte do outro.

Cada poema é impessoal, é de todos,

ainda que impregnado de evidências da mão.

O meu seu poema dele não existe.

www.nossomundo.bligoo.com.br

Submited by

terça-feira, maio 24, 2011 - 18:51

Poesia :

No votes yet

Remisson

imagem de Remisson
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 49 semanas
Membro desde: 08/21/2008
Conteúdos:
Pontos: 417

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Remisson

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral O mais é resto... 0 434 05/30/2011 - 15:29 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Entrega 0 854 05/30/2011 - 15:24 Português
Ministério da Poesia/Soneto O mendigo 0 773 05/30/2011 - 15:22 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Partida 0 438 05/30/2011 - 15:20 Português
Ministério da Poesia/Geral Convite 0 614 05/30/2011 - 15:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Reles 0 729 05/30/2011 - 15:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Graças 0 736 05/30/2011 - 15:16 Português
Ministério da Poesia/Geral Inapto 0 646 05/30/2011 - 15:14 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Cherry 0 613 05/30/2011 - 15:07 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Nova Era 0 689 05/30/2011 - 15:04 Português
Ministério da Poesia/Soneto Mente insana 0 807 05/30/2011 - 15:01 Português
Ministério da Poesia/Geral Cara-de-pau 0 702 05/30/2011 - 15:00 Português
Ministério da Poesia/Geral Aborto 0 811 05/30/2011 - 14:58 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Transe 0 923 05/30/2011 - 14:55 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Inexistência 0 703 05/30/2011 - 14:52 Português
Ministério da Poesia/Geral O amante 0 752 05/25/2011 - 17:49 Português
Ministério da Poesia/Geral Canção final 0 621 05/25/2011 - 17:46 Português
Ministério da Poesia/Soneto O teatro 0 887 05/25/2011 - 17:41 Português
Ministério da Poesia/Soneto Desvario 0 741 05/25/2011 - 17:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Os dançarinos 0 650 05/25/2011 - 17:36 Português
Ministério da Poesia/Soneto Terapia do riso absurdo 0 943 05/25/2011 - 17:35 Português
Ministério da Poesia/Soneto A Rosa dos Anjos 0 842 05/25/2011 - 17:32 Português
Ministério da Poesia/Soneto Fantasia 0 871 05/25/2011 - 17:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Poeminha prático 0 505 05/25/2011 - 17:29 Português
Ministério da Poesia/Soneto Realeza 0 777 05/25/2011 - 17:28 Português