CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Poesia, melodia e fantasia

I

O versar na alma do poeta
Nas rimas de um bela melodia
Descrevo a minha alma
Nos versos desta singela poesia
Que sai de um coração
Que não sabe o limite da fantasia.

II

Nos pensamentos deixo voar
A emoção de uma profunda magia
Não são promessas furadas
Nem mesmo se trata de heresia
São palavras vivas da alma
Que descrevo nessa poesia.

III

A sensação mais pura do amor
O sentimento e a nostalgia
No caminhar de uma criança
Ou no peito de um velho que sentia
O pulsar de algumas lembranças
Que se não tivesse nada seria.

IV

No céu azul de uma tarde quente
Ou no escuro de uma noite fria
O que vale é o sentimento
Que transpassa o frescor da maresia
Que comprava a grande verdade
Que não se vive sem a alegria.

V

Nestes versos tristes e serenos
Tento demonstrar com sabedoria
Que a vida é mais do que se pensa
E não se pode viver sem alegria
Nem mesmo esconder as emoções
Que nos constrange à rebeldia.

VI

Estes versos são a esperança
De uma vida vivida com ousadia
Que não tem medo de expressar
E nem teme dos outros a antipatia
Deseja apenas ser ouvido
Para fugir de sua grande agonia.

VII

Ver o mundo envolto no caos
E saber que não há autonomia
Para os que querem pensar coisas novas
Destroem qualquer ideologia
Fogem da realidade que precisa mudar
Para provocar uma terrível distopia.

VIII

Não se pode sonhar com uma mudança
Se tudo gira em torno da burguesia
Por mais que se tentasse algo novo
Nos desejos dela nada mais caberia
Apenas se quiser deixar de ser egoísta
Faça a sua própria biografia.

IX

A minha canção deve chegar ao fim
Porque já não sinto mais alegria
Não posso ser ouvido por ninguém
Se tudo não passa de uma utopia
Deixo descansar minha pena sobre a mesa
E encerro aqui essa singela poesia.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, agosto 9, 2022 - 23:46

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 4 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8584

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Virtudes do sangue de Cristo 3 64 10/03/2022 - 12:56 Português
Poesia/Intervenção Praga daninha 3 84 10/02/2022 - 14:02 Português
Poesia/Meditação Nada termina para sempre 3 108 10/01/2022 - 14:38 Português
Poesia/Intervenção Hipocrisia 3 222 09/26/2022 - 12:45 Português
Poesia/Desilusão Desejos mal resolvidos 3 145 09/24/2022 - 13:52 Português
Poesia/Desilusão Tudo o que não sei 3 51 09/22/2022 - 20:21 Português
Poesia/Amor No olhar de quem ama 3 40 09/20/2022 - 20:00 Português
Poesia/Desilusão A canção do esquecimento 3 88 09/19/2022 - 13:59 Português
Poesia/Fantasia Perigo 3 69 09/16/2022 - 12:51 Português
Poesia/Pensamentos Memórias impertinentes em uma caverna 3 127 09/14/2022 - 14:08 Português
Poesia/Desilusão Na tarde quente de verão 3 58 09/13/2022 - 19:12 Português
Poesia/Amor Seus olhos na manhã do tempo 3 178 09/12/2022 - 13:28 Português
Poesia/Meditação O menino que não sonhava em ser poeta 3 225 09/10/2022 - 02:35 Português
Poesia/Meditação Aqui não é aqui 3 89 09/09/2022 - 15:54 Português
Poesia/Meditação A estrada a seguir 3 105 09/08/2022 - 20:35 Português
Poesia/Meditação Em uma estúpida curva fechada 3 109 09/07/2022 - 13:44 Português
Poesia/Intervenção Velhos conhecidos já estão mortos 3 186 09/05/2022 - 13:16 Português
Poesia/Amor Eu e esse meu coração 3 126 08/31/2022 - 19:51 Português
Poesia/Meditação Amnésia 3 114 08/30/2022 - 19:39 Português
Poesia/Amor O mar é grande 3 84 08/29/2022 - 20:12 Português
Poesia/Amor O voo das borboletas 3 162 08/19/2022 - 19:53 Português
Poesia/Meditação O Deus que espera 3 114 08/17/2022 - 21:12 Português
Poesia/Pensamentos A sentinela 3 112 08/16/2022 - 20:06 Português
Poesia/Amor Quase sem querer 3 242 08/15/2022 - 13:34 Português
Poesia/Meditação Um casamento entre o céu e o inferno 3 321 08/13/2022 - 14:59 Português