CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Poetando na calmaria para ser felz

<color=FF3399>Poetando na calmaria para ser feliz Não fosse o barulho da velha cpu, tudo seria silêncio. Afinal já é madrugada, tantas luzes apagadas. Minha cabeça que doeu todo o dia agora está serena. Pois, quando o mundo se aquieta minha mente flui. Calmaria para mim é delícia e prazer. Quero fugir do atropelo por zelo de mim. Preciso ficar na quietude dos bosques. Ouvir somente a brisa e o ventos calmos. Tenho que me afastar dos maremotos. Dos trovões, das ferozes ventanias. Buscar a energia das manhãs, no recarregar das noites. Selar com paz minhas noites e enfim poetar feliz. Teresa Azevedo site: www.teresaazevedo.prosaeverso.net blog: www.transtornobipolar-relatoscontnuos.blogspot.com

Caros colegas quero dizer o quanto estou feliz por estar ao lado de vocês aqui. Venho por indicação do meu amigo, poeta entrevistado do mês Fábio Renato Villela, a quem devo todo respeito e admiração.
Abraço
Teresa Azevedo

Submited by

segunda-feira, setembro 20, 2010 - 05:32

Poesia :

No votes yet

teresaazevedo

imagem de teresaazevedo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 22 semanas
Membro desde: 09/16/2010
Conteúdos:
Pontos: 608

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of teresaazevedo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Simples assim 0 1.204 05/25/2018 - 19:42 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 1.012 05/25/2018 - 19:15 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 1.104 05/25/2018 - 19:15 Português
Poesia/Geral O êxtase do poeta é a poesia 0 1.142 11/06/2015 - 10:34 Português
Poesia/Geral Poeta é gente diferente 0 1.301 11/06/2015 - 10:32 Português
Poesia/Geral Nós eremitas 0 1.183 11/06/2015 - 10:31 Português
Poesia/Geral Ser coletivo 0 1.526 11/05/2015 - 17:08 Português
Poesia/Geral Transcendemos corpos e emoções 0 1.714 11/05/2015 - 17:06 Português
Poesia/Meditação Ondulações 0 1.214 11/05/2015 - 17:04 Português
Videos/Poesia Projeto Ondulações 2014 0 4.885 11/05/2015 - 07:02 Português
Poesia/Tristeza Batem as asas do adeus 1 2.108 07/29/2014 - 00:08 Português
Poesia/Poetrix Crescer sim, beber não! 1 1.447 07/25/2014 - 23:30 Português
Poesia/Geral Miscelânea poética 1 1.866 07/17/2014 - 22:58 Português
Poesia/Aldravias Aldravia 1 0 2.218 07/17/2014 - 15:36 inglês
Poesia/Geral Tarde, mormaço 1 1.495 07/13/2014 - 22:57 Português
Poesia/Geral Descortine-os 0 1.389 07/12/2014 - 17:42 Português
Poesia/Geral Intocável 0 1.196 07/12/2014 - 17:01 Português
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.912 07/11/2014 - 03:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.748 07/11/2014 - 03:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos (Poesia coletiva, resultado do primeiro Sarau, produzida através de palavras que cada assistido falou) 0 1.734 06/27/2014 - 18:06 inglês
Poesia/Paixão Casados em cópula 1 1.954 06/18/2014 - 23:12 Português
Poesia/Desilusão Pássaro Errante 1 1.455 06/16/2014 - 02:15 Português
Poesia/Fantasia Sonhei, tão somente sonhei 1 1.276 06/14/2014 - 18:28 Português
Poesia/Paixão Com a força dos temporais 1 1.443 06/12/2014 - 03:55 Português
Poesia/Amor Fragmento da poesia “Nós” 0 1.243 06/11/2014 - 05:21 Português