CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Pomar de minha mente

Aqui,
curto minhas dores
encurto a distância
entre o "eu" exterior
e o "in" interior

Aqui,
sinto minhas flores
no jardim de minha frente
no pomar de minha mente

Aqui,
apago minhas chamas
no incêndio de minh´alma
no bálsamo pra minhas chagas

Aqui,
depuro minhas lágrimas
nos córregos de minha retina
nos igarapés de minhas artérias

Aqui,
sou um pouco para dentro
estou um pouco para fora
a mesma onda que chega, leva

Aqui,
como um mar imenso,
busca a costa
pra sair da solidão

Aqui,
me encontro ora em marés altas,
ora me recolho em marés baixas,
aviso aos navegantes, acenda o farol

Aqui
buscando o porto
andando na plataforma torto
pra adentrar o barco do tempo

Aqui
ouço o eco abafado
do meu próprio silêncio
no ritmo da inspiração, da expiração

Aqui
trago o ar da existência
e canto a vida e a poesia
e mergulho na paz da escrita

Aqui
em meio a melancolia
levanto com as mãos a terra
do jardim e planto uma roseira

Aqui
em meio a tanta tristeza
ouço o chamado da brisa
não vejo, mas sinto o aroma

Aqui
nas rimas soltas
nas feridas expostas
nas chamas apagadas

Aqui
quem canta, não espanta
nem males, ou marés,
somente canta porque ama

Aqui
este amor à natureza
da vida plena, não só de aparências
dotada de uma certa humaneza

Aqui
me permito ousar
quiçá desafiar
regras, dogmas

Aqui
na busca da utopia
que re-nasce a cada dia
na raiz que de uma dália

Aqui
sento-me ao banco
na sombra do arvoredo
em um cantinho do cerebelo.

 

 
AjAraujo, o poeta humanista, escrito em 21 de março de 2012.

 

Submited by

domingo, março 25, 2012 - 13:15

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 48 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Comentários

imagem de Henricabilio

aqui

aqui
e ali
uma grandiosa
viagem interior
que extrai a mais bela rosa
em flor.

Saudações

Abilio

imagem de AjAraujo

Obrigado, poeta pelo

Obrigado, poeta pelo comentario.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix Poemas - de "Magma" (Guimarães Rosa) 2 18.398 06/11/2019 - 11:48 Português
Videos/Música Ave Maria - Schubert (Andre Rieu & Mirusia Louwerse) 1 24.495 06/11/2019 - 11:02 inglês
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 1.792 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 1.124 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 1.055 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 986 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 1.263 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 1.560 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 2.218 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.530 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.734 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 1.094 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.752 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.769 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.773 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 2.177 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 3.056 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.678 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 2.053 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 3.133 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.825 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.781 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 3.361 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 2.433 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 2.448 07/03/2014 - 03:05 Português