CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

QUANDO DEIXEI A DROGA

Sociedade das maiores atrocidades,
Pondo rótulos dos mais descabidos,
Põe em dúvida toda uma mocidade,
Por se encontrarem desprevenidos.

E, a droga, que lhes corre no sangue,
É só uma de entre muitas desgraças,
E é velos perdidos, pobres, exangue
Caminho, e dos outros, poucas graças.

Também eu fui como eles - ditoso dia
Em que te conheci, ó coisa maldita!,
Que eu já não era gente mas pura enxovia,

Que me levou ao degredo da prisão.
Mas, erguendo-me, foi da débil desdita,
Que recuperei, intocável, meu coração.

Jorge Humberto
19/07/07          

Submited by

quinta-feira, junho 13, 2013 - 13:30

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Jorge Humberto

imagem de Jorge Humberto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 semanas 4 dias
Membro desde: 01/15/2012
Conteúdos:
Pontos: 1799

Comentários

imagem de Jorge Humberto

OBRIGADO

Meu querido amigo, Cortilio, que bom receber-te e logo com dedicação num poema feito para mim, tão belamente bonito. Neste momento, desde que iniciei a leitura do poema, que as lágrimas foram caindo, sem pedir licença a ninguém e eu sempre indo absorvendo mais e mais, o carinho e o amor deste tão excelso amigo e grande poeta. Eu estive muto doente, durante mais de ano e meio... regresso aos poucos, recomeçando a interação, com os amigos e o ir-me organizando.

Vou de seguida repassar o teu poema dedicado a mim, de tua parte
para todo este imenso universo da NET onde estão os petas e amigos meus, pra que possam partilhar e minha alegria.

Muito, muito obrigado, querido amigo Cortilio

Abraço bem forte!
Jorge Humberto

imagem de Cortilio

Bom saber que estás de volta.

Bom saber que estás de volta.

imagem de Jorge Humberto

Olá, meu Amigo!

É muito bom, estar regressando aos poucos, meu amigo, Cortilio - e
sempre um excelente amigo, para mim.

Que te encontres bem e a criar poesia... eu estou a zero,
ainda não me surgiu a veia inspiradora... há que dar tempo ao tempo.

Desejo-te tudo de bom (sempre) para a tua vida e para agora,
que passes um feliz Fim De Semana!

Aceita o Meu Abraço!
Jorge

imagem de Cortilio

Amigo Jorge. Sei que deves

Amigo Jorge. Sei que deves estar em tua entressafra criativa. Acontece com todos nós e entendo como se sente (vazio). Também estive nesses enredos nos últimos meses. Mas bem, hoje me alcançou uma linda inspiração e nasceu MARGENS DISTANTES, o qual te dediquei.
Espero que gostes.
Um abraço fraterno e sincero.
Cortilio.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Jorge Humberto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Recorro uma vez mais ao pensamento... 0 254 01/21/2020 - 18:33 Português
Poesia/Meditação QUER ISTO QUER AQUILO VERSOS DE JORGE HUMBERTO 0 89 01/19/2020 - 13:56 Português
Poesia/Pensamentos VERSOS PARA PENSAR 0 113 01/19/2020 - 11:28 Português
Poesia/Amor POEMA DE AMOR por JORGE HUMBERTO 0 117 01/18/2020 - 13:58 Português
Poesia/Alegria CHOVE ENQUANTO ESCREVO 0 91 01/16/2020 - 18:47 Português
Poesia/Soneto A NATUREZA EM FÚRIA 6 211 01/16/2020 - 11:37 Português
Poesia/Geral AH, UMA LÁGRIMA! 1 559 12/31/2018 - 00:01 Português
Poesia/Geral A minha presunção 0 430 09/01/2018 - 18:08 Português
Poesia/Amor SIMPLESMENTE TU 11 1.380 08/05/2015 - 00:33 Português
Poesia/Amor PARA TI NANCI LAURINO 2 1.132 04/26/2015 - 20:28 Português
Poesia/Tristeza PARA TI MEU QUERIDO PAULINHO! 1 898 04/26/2015 - 20:25 Português
Prosas/Pensamentos A CRIANÇA QUE HÁ EM NÓS 12 1.494 04/26/2015 - 19:50 Português
Poesia/Soneto FELIZ NATAL, MEU AMIGO, MEU IRMÃO! 1 928 06/19/2014 - 22:21 Português
Poesia/Geral FESTAS FELIZES, A TODOS OS AMIGOS DA WAF! 6 1.016 03/18/2014 - 14:15 Português
Poesia/Amor AMAR A QUEM UM SORRISO BASTASSE 6 1.243 12/04/2013 - 15:17 Português
Poesia/Soneto QUANDO DEIXEI A DROGA 4 1.112 12/04/2013 - 14:56 Português
Poesia/Aforismo Cada um, à sua maneira, escreve e é escritor. 0 1.417 07/27/2013 - 15:58 Português
Poesia/Soneto TUA LINDA MÃO 0 1.166 07/27/2013 - 15:54 Português
Poesia/Dedicado AMOR DE PAI! (No cumprir de seu 1º Aniversário, sem nós! 1 1.304 07/20/2013 - 18:20 Português
Poesia/Geral A CRIATURA 0 711 06/17/2013 - 12:20 Português
Poesia/Amor DOIRA O SOL E OS CORAÇÕES! 0 651 06/10/2013 - 14:02 Português
Poesia/Meditação Aranhas tecem espelhos.... 2 1.030 03/30/2013 - 11:11 Português
Poesia/Dedicado AO ABANDONO - De Profundis 2 1.102 03/28/2013 - 20:20 Português
Poesia/Pensamentos À ESTUPIDEZ 2 1.271 03/26/2013 - 19:52 Português
Poesia/Meditação A CRIATURA 2 883 03/20/2013 - 10:47 Português